Oportunidades externas

 
A Bolsa Chanceler Alemã é uma oportunidade única para jovens talentos brasileiros que, além de impulsionarem suas carreiras, recebem incentivo financeiro para capacitação profissional e pessoal na Alemanha, país detentor de importantes e renomadas universidades, tecnologias e mestres. Além disso, o projeto conta com o patrocínio da Chanceler da República Federal da Alemanha possibilitando, assim, a oportunidade única aos bolsistas de apresentarem o resultado de seus projetos pessoalmente a Chanceler Alemã Angela Merkel.

As inscrições para a Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes estão abertas e vão até o dia 15 de setembro. A data de início do programa para os selecionados neste ano é o dia 1° de outubro do ano seguinte (2019) e tem duração de um ano. Mais informações sobre o programa Bolsa Chanceler Alemã: www.humboldt-foundation.de/youngleaders.

De olho na Bolsa Chanceler Alemã para futuros líderes
O programa German Chancellor Fellowship é destinado a jovens pesquisadores do Brasil, da China, da Índia, da Rússia e dos Estados Unidos. A iniciativa da Fundação Alexander von Humboldt (AvH) concede ainda os futuros líderes a oportunidade de realizarem um projeto de pesquisa sobre questões mundiais como convidados em cooperação com uma instituição-anfitriã da Alemanha. Com apoio do anfitrião, os bolsistas têm um ano para se concentrarem em seus objetos de estudo. A Bolsa Chanceler contempla várias áreas como Política, Economia, Mídia, Administração ou Cultura.

Formação superior completa, fluência em inglês ou em alemão são alguns dos requisitos da bolsa. Outra exigência é a apresentação de uma carta de recomendação de um mentor para a pesquisa, que pode ser de instituição de ensino privada ou pública. A ajuda mensal para os aprovados varia entre 2.150 euros e 2.750 euros, dependendo das qualificações. Cursos adicionais de alemão, suporte para a família acompanhar o bolsista e as despesas com viagem estão previstos na bolsa. Todos os requisitos podem ser conferidos no edital da fundação.

Fonte: BrasilAlemanha News


 

O Curso de Ilustração Científica é ministrado pela ilustradora Rosa Alves e o de História Natural por um especializado corpo de professores instrutores

Da Redação ¿ Ascom Inpa

Foto: Museu na Floresta

 

Os primeiros dois cursos na recém inaugurada Base Alto Cuieiras do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) tiveram início nesta semana. Promovidos pelo projeto Museu na Floresta, o I Curso de Ilustração Científica ¿ Desenhando Plantas e Bichos da Floresta segue até domingo (8) e o curso de História Natural vai até o dia 14 de julho.

Localizada em um conglomerado de áreas protegidas da Amazônia, a Base Alto Cuieiras foi inaugurada dia 08 de maio. O objetivo é desenvolver pesquisas, popularizar a ciência produzida pelo Inpa com atividade de turismo científico e capacitações para a observação e conservação da biodiversidade amazônica e a valorização da cultura dos povos tradicionais. No entorno da Base há seis comunidades tradicionais, cinco delas indígenas.

¿Queremos que essa experiência se repita várias vezes, com a integração dos diferentes grupos nessa base que é uma das nossas áreas de visitação do Inpa¿, destacou a coordenadora de Extensão do Inpa e vice-coordenadora do projeto Museu na Floresta, a pesquisadora Rita Mesquita.

O Museu na Floresta é uma parceria do Inpa com a Universidade de Quioto (Japão). Cada curso ofereceu 20 vagas. Além de alunos do Amazonas, como do Rio Purus, os cursos contam com participantes de outros estados, a exemplo do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.  

O I Curso de Ilustração Científica ¿ Desenhando Plantas e Bichos da Floresta é ministrado pela ilustradora científica Rosa Alves, autora dos primeiros cadernos de ilustração científica em língua portuguesa.

No retorno a Manaus, Rosa Alves lançará na manhã do próximo dia 10 (terça-feira) o livro bilíngue ¿Ilustração Botânica/ Ilustración botánica¿, que traz uma pesquisa inédita sobre história da ilustração botânica na Europa e na America Latina, além de oito técnicas, incluindo a ilustração digital, para a realização de desenhos in situ (conservação de recursos genéticos existentes em ecossistemas e habitats naturais) e em herbários.

História Natural

O curso de História Natural conta com a participação de professores e monitores distribuídos em seis eixos ou grupos de trabalho. São eles: aves, mamíferos, plantas, fungos, peixes e artrópodos. Durante o curso, cada eixo ficará responsável pela organização de uma ou mais atividades que resultarão em propostas (ou produtos) de atividades de turismo científico com enfoque na natureza.

Além de construir com os alunos propostas de atividades científicas que possam ser implementadas como atividades educativas e de turismo científico, o curso tem como objetivo também produzir informação sobre a biodiversidade da área e introduzir os ecossistemas amazônicos, a identificação de organismos, interações ecológicas e demais aspectos da "história natural¿. Os participantes ainda poderão experimentar novas tecnologias para coleta de dados biológicos.

Serão professores no curso Alberto Vicentini, Flávia Santana, Mario Cohn-Haft, Noemia Ishikawa, Rita Mesquita, Charles Zartman, André Luis Sousa, Charles Zartman, Cintia Cornelius, Eduardo Prata, Fabricio Baccaro, Fernando Andriolli, Kota Onizawa, Marcelo Gordo e Ramiro D. Melinski.

 

 

 
Professor da Universidade Estadual de Michigan, o matemático Selman Akbulut ministrará aulas no ICMC a partir da próxima sexta-feira, 6 de julho
 
O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas para o curso Introdução à Topologia de Conjuntos Algébricos Reais. As aulas serão ministradas pelo matemático turco Selman Akbulut, da Universidade Estadual de Michigan, nos Estados Unidos, que atualmente é professor visitante do ICMC e possui vasta experiência nessa área de pesquisa matemática. 
 
O objetivo do curso é motivar alunos de pós-graduação, jovens pesquisadores e demais interessados em estudar problemas relacionados à topologia de conjuntos algébricos reais. Apesar de ser uma ampla área de pesquisa, ainda não há especialistas no Estado de São Paulo trabalhando nesse ramo. 
 
Coordenado pelo professor Raimundo Nonato dos Santos, do ICMC, o curso é composto por sete aulas, com duas horas de duração cada uma, e acontecerá a partir da próxima sexta-feira, dia 6 de julho, das 10 às 12 horas. As demais seis aulas ocorrerão no dia 11 (das 16 às 18 horas); nos dias 16, 17, 19 e 20 (das 14 às 16 horas); e no dia 1º de agosto, das 16 às 18 horas. No primeiro dia de aula, as atividades acontecerão na sala 4-001, no bloco 4 do Instituto, momento em que os participantes serão informados sobre os locais onde serão realizadas as demais aulas.
 
São oferecidas 30 vagas e as inscrições, que são gratuitas, devem ser realizadas pelo sistema Apolo da USP, por meio deste link: icmc.usp.br/e/401d3. Para conferir todos os tópicos a serem abordados no curso, acesse o programa disponível no site do ICMC: icmc.usp.br/e/e0b0c
 
Texto - Assessoria de Comunicação do ICMC/USP
 
Mais informações
Comissão de Cultura e Extensão Universitária do ICMC: (16) 3373.9146 

Pelo quarto ano consecutivo, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) premiará um cientista baiano pelo trabalho de excelência na sua grande área de conhecimento. O Prêmio Roberto Santos de Mérito Científico receberá indicações de pesquisadores de Ciências Biológicas e da Vida, até dia 08 de julho, através do e-mail premiorobertosantos@fapesb.ba.gov.br. Além de uma placa de Honra ao Mérito, o premiado receberá o valor de R$ 30 mil.

A premiação busca reconhecer o percurso de doutores que prestam contribuição à pesquisa, tecnologia e desenvolvimento da Bahia. Para Lázaro Cunha, diretor geral da FAPESB, essa iniciativa contribui para dar maior visibilidade à produção da comunidade científica baiana. ¿Esses pesquisadores têm significativa relevância para o desenrolar socioeconômico do estado e isso merece o reconhecimento da sociedade¿, afirma. Além disso, o professor explica que o nome do cientista Roberto Santos se confunde com a trajetória de ascendência da pesquisa na região.

As indicações podem ser feitas por pró-reitores de pesquisa e pós-graduação de universidades, diretores de institutos e/ou centros de pesquisa científica e/ou tecnológica, além de pesquisadores bolsistas de produtividade nível 1 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e coordenadores dos Programas de Pós-Graduação reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Desde 2015, o Prêmio Roberto Santos é concedido anualmente, em sistema de rodízio, a cada uma das três grandes áreas do conhecimento: a) Ciências Biológicas e da Vida; b) Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; c) Ciências Humanas, Sociais, Letras e Artes. Por isso, nesta quarta edição, a premiação volta ao início do ciclo, contemplando os nomes que atuam no primeiro campo de pesquisas citado.

  • Etapas do processo

O vencedor será escolhido a partir da avaliação de critérios qualitativos e quantitativos de produtividade: trabalhos científicos e/ou tecnológicos, relevância e resultados alcançados pelos estudos, contribuição na formação de recursos humanos, além dos impactos obtidos pelas suas pesquisas em âmbito econômico e social.

O processo de escolha do pesquisador premiado passará por três etapas: 1ª) consulta pública dirigida a pró-reitores, diretores e pesquisadores do campo; 2ª) uma Comissão Examinadora selecionará até dez nomes indicados; 3ª) e, por fim, um Comitê de Especialistas, formado por doutores de fora do Estado da Bahia com expertise na área contemplada, nomeará o pesquisador baiano vencedor. Para critérios de seleção e mais informações, o edital está disponível aqui.

  • Pesquisadores premiados

2017 ¿ Ciências Humanas, Sociais, Letras e Artes

O autor Pedro de Almeida Vasconcelos foi o vencedor da terceira edição do Prêmio Roberto Santos. Indicado pela Universidade Católica do Salvador (UCSal) e também professor titular do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (UFBA), seus trabalhos estão concentrados nas áreas de geografia histórica, geografia urbana e urbanismo. Doutor pela Universidade de Ottawa (Canadá), ele já assinou 56 artigos científicos, além de 36 capítulos de livros e obras, como Salvador: transformações e permanências (1549-1999) e Dois séculos de pensamento sobre a Cidade.

2016 ¿ Ciências Exatas, da Terra e Engenharias

Na segunda edição do prêmio, o doutor Jailson Bittencout recebeu a honra ao mérito. O pesquisador baiano traz no currículo a presidência da Academia de Ciências da Bahia, além de ter recebido, por duas vezes, a Ordem Nacional do Mérito Científico do Governo Brasileiro: em 1998, no grau Comendador, e em 2009, no grau Grã-Cruz.  Pós-Doutor pelo Brookhaven National Laboratory (EUA), a atuação de Jailson na pesquisa científica da Bahia envolve a química inorgânica, química analítica, química ambiental, além de energias e combustíveis.

2015 ¿ Ciências Biológicas e da Vida

O baiano Maurício Lima Barreto, doutor em epidemiologia (Universidade de Londres), recebeu o título no primeiro ano do Prêmio Roberto Santos. Docente da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/BA), ele é médico e mestre em saúde comunitária (UFBA). Publicou 355 artigos científicos, entre 1974 e 2015, além de dois livros e 47 capítulos de livros. Suas pesquisas estão concentradas nas áreas de saúde coletiva e da epidemiologia das doenças infecciosas.

  • Sobre Roberto Santos

Natural de Salvador, Roberto Figueira Santos é ex-governador da Bahia, ex-ministro da Saúde e ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com respeitada trajetória científica e política no Brasil, fundou e dirigiu a Academia de Ciências da Bahia (ACB). Filho de Carmem Figueira e do primeiro reitor da UFBA, o médico e político Edgard Santos, Roberto formou-se em medicina e recolheu experiências em centros de ensino nacionais e internacionais, como Michigan, Harvard e Cambridge. Além disso, atuou como presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e integrante do conselho diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mais informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação | FAPESB

(71) 3116-7649 | comunicacao@fapesb.ba.gov.br


Estão abertas as inscrições para o prêmio "Nagasaki Dr. Nagai Peace Memorial Prize". O prazo para inscrição vai até 31 de agosto de 2018.

O Prêmio é dedicado a indivíduos ou organizações que contribuíram para o desenvolvimento ou melhoria de pesquisas para o tratamento médico de pessoas afetadas por bombas atômicas ou exposição à radiação.

Mais informações: http://www.nashim.org/


Idealizado pela Secretaria do Tesouro Nacional, o concurso tem a finalidade de estimular a pesquisa na área de Finanças Públicas, reconhecendo os trabalhos de qualidade técnica e de aplicabilidade na Administração Pública. Poderão concorrer trabalhos individuais ou coletivos,  de candidatos de qualquer nacionalidade e formação acadêmica (graduação ou pós-graduação).

Temas:

  1. EQUILÍBRIO, TRANSPARÊNCIA E PLANEJAMENTO FISCAL DE MÉDIO E LONGO PRAZO
  2. GESTÃO DE TESOURARIA, COMPOSIÇÃO, RIGIDEZ E ALOCAÇÃO EFICIENTE DO GASTO PÚBLICO
  3. FEDERALISMO FISCAL 

Premiação:

R$ 40.000,00 - 1º colocado

R$ 20.000,00 - 2º colocado

R$ 10.000,00 - 3º colocado

Certificado de vencedor   

Publicação da monografia

INFORMAÇÕES PARA SUA INSCRIÇÃO


Esta aberta até 30 de julho de 2018 a data  para a submissão de trabalhos ao Simpósio do Congresso "As Metrópoles e o Direito à Cidade: dilemas, desafios e esperanças". O evento celebra os 20 anos da Rede INCT Observatório das Metrópoles e contará com um simpósio organizado a partir de três eixos temáticos: 1) Território; 2) Gestão e Governança Urbana; e 3) Direito à Cidade. Para realizar a inscrição, é necessário preencher o formulário online disponibilizado no site do evento (clique aqui). Os trabalhos selecionados serão divulgados no dia 06 de setembro de 2018 e os artigos completos deverão ser enviados até o dia 05 de novembro de 2018. O melhor artigo de cada sessão temática, segundo a avaliação dos coordenadores, será recomendado para veiculação em uma das publicações do Observatório das Metrópoles.
 
O Congresso "As Metrópoles e o Direito à Cidade: dilemas, desafios e esperanças" ocorrerá de 3 a 7 de dezembro de 2018 no Rio de Janeiro. Com o objetivo de construir um espaço de diálogo e reflexão sobre temas urbanos e metropolitanos contemporâneos, as mesas e painéis de debate contarão com nomes como Neil Brenner, Márcio Pochmann, Raquel Rolnik, Ermínia Maricato, Michel Misse, Lena Paulani, Manuel Villaverde Cabral, Ruben Kaztman, Carlos de Matos, Roberto Kant e Carlos Eduardo Martins. Para mais informações, acesse o site observatoriodasmetropoles.net.br/congressovinteanos

Esta aberta até 30 de julho de 2018 a data para a submissão de trabalhos ao Simpósio do Congresso "As Metrópoles e o Direito à Cidade: dilemas, desafios e esperanças". O evento celebra os 20 anos da Rede INCT Observatório das Metrópoles e contará com um simpósio organizado a partir de três eixos temáticos: 1) Território; 2) Gestão e Governança Urbana; e 3) Direito à Cidade. Para realizar a inscrição, é necessário preencher o formulário online disponibilizado no site do evento (clique aqui). Os trabalhos selecionados serão divulgados no dia 06 de setembro de 2018 e os artigos completos deverão ser enviados até o dia 05 de novembro de 2018. O melhor artigo de cada sessão temática, segundo a avaliação dos coordenadores, será recomendado para veiculação em uma das publicações do Observatório das Metrópoles.

 

O Congresso "As Metrópoles e o Direito à Cidade: dilemas, desafios e esperanças" ocorrerá de 3 a 7 de dezembro de 2018 no Rio de Janeiro. Com o objetivo de construir um espaço de diálogo e reflexão sobre temas urbanos e metropolitanos contemporâneos, as mesas e painéis de debate contarão com nomes como Neil Brenner, Márcio Pochmann, Raquel Rolnik, Ermínia Maricato, Michel Misse, Lena Paulani, Manuel Villaverde Cabral, Ruben Kaztman, Carlos de Matos, Roberto Kant e Carlos Eduardo Martins. Para mais informações, acesse o site observatoriodasmetropoles.net.br/congressovinteanos.

 
Evento acontece de 27 de agosto a 6 de setembro
 
Estão abertas as inscrições para participar da Escola Latino-americana de Matemática (ELAM). O evento será realizado de 27 de agosto a 6 de setembro na Universidade Federal do ABC (UFABC), em Santo André, região metropolitana de São Paulo. A iniciativa é organizada pelo Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC) da UFABC e pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.

¿O objetivo do evento é oferecer, em um curto período de tempo, cursos com conteúdos que geralmente não fazem parte da grade curricular da graduação ou da pós-graduação. Além disso, haverá palestras sobre resultados atuais de pesquisa em diferentes áreas de matemática¿, diz Pablo Rodriguez, coordenador do comitê de organização local da ELAM e professor do ICMC.

O professor explica que a Escola é destinada a todos os interessados na área de exatas: ¿É importante a participação de alunos e pesquisadores, sejam eles da área de matemática, computação, estatística ou engenharia¿. As inscrições podem ser feitas até o dia do evento no site da Escola, onde estão disponíveis o valor da taxa de inscrição para graduandos, pós-graduandos e demais pesquisadores. O pagamento será recebido em dinheiro no primeiro dia de cada semana do evento.

Os participantes que desejarem um auxílio parcial para participar do evento devem fazer o pedido até dia 13 de julho. Alunos que apresentarem trabalho durante o evento terão prioridade em receber esse auxílio. Se os participantes quiserem fazer submissões de resumos para apresentação de trabalhos, podem se inscrever até 29 de julho. Ambos os pedidos podem ser realizados no site do evento, juntamente com a inscrição: http://eventos.ufabc.edu.br/elam2018.

Na Escola, haverá palestras com diversos pesquisadores nacionais e internacionais. Os cursos nas áreas de álgebra e probabilidade começam a partir de terça-feira, dia 28, e se encerram na sexta. Na segunda semana, é a vez dos cursos das área de biomatemática e teoria de grafos, que começam na segunda-feira, dia 3, e vão até quinta-feira. Confira o cronograma completo no site do evento.

Patrocinada pela Unión Matemática de América Latina y el Caribe (UMALCA), a ELAM tem o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).
 
Texto: Talissa Fávero - Assessoria de Comunicação do ICMC/USP
 
Mais informações 
Pedidos de auxílio para participar do evento: até 13/07/2018 
Submissão de resumos para apresentação de trabalho: até 29/07/2018 
Inscrição no evento: até o dia do evento
Contatos: (11) 4996-7950 ou elam2018.ufabc@gmail.com

 

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA/MCTIC), por meio da Coordenação de Capacitação-COCAP, torna público a abertura do edital para o processo seletivo do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciências de Florestas Tropicais. Ao todo estão sendo oferecidas sete (7) vagas, das quais cinco (5) são para ingresso em agosto e duas (2) para novembro deste ano.

Os interessados em participar do processo seletivo com início para o mês de agosto têm até o dia 15 de junho para realizar a inscrição. Para as bolsas de novembro, até o dia 30 de setembro. Os candidatos deverão enviar os documentos listados no edital para selecaoppgcft@gmail.com. Caso o candidato não envie ou preencha qualquer dos documentos exigidos no ato da incrição, sua solicitação não será aceita.

Poderão candidatar-se ao curso de doutorado, mestre em Ciências Ciências Agrárias ou áreas afins e/ou correlatas; graduados, sem títulos de mestre, em Ciências Ciências Agrárias ou áreas afins e/ou correlatas com experiência profissional comprovadas por meio de Curriculum Vitae, com autoria principal em pelo menos um artigo científico (publicado ou aceito para publicação).

De acordo com edital, o processo de seleção contará com duas fases eliminatórias (análise curricular e análise do projeto) e uma classificatória (entrevista). A primeira etapa, da análise curricular, tomará como base os documentos encaminhados no momento da inscrição e avaliará a experiência profissional do candidato em pesquisa, por meio de publicações científicas e experiências acadêmicas.

A lista dos candidatos classificados será encaminhada por e-mail a todos os candidatos inscritos, e divulgada no site do Inpa. Mais informações podem ser obtidas na Coordenação de Capacitação pelo número (92) 3643-3124.


O autor da ideia com potencial mais transformador participará da final mundial, na Alemanha, e terá a chance de apresentar sua proposta em uma conferência que reunirá lideranças globais de diversas áreas. 
 
Se você tem uma ideia inovadora e quer compartilhá-la com líderes globais da ciência, negócios, política, arte e sociedade inscreva-se no Falling Walls Lab Brazil. Sua ideia não precisa necessariamente já estar em prática. O autor do melhor projeto de pesquisa, plano de negócio ou iniciativa social ganhará uma viagem para concorrer na etapa mundial do concurso e participar da Falling Walls Conference, que acontecem em Berlim, na Alemanha, nos dias 8 e 9 de novembro, respectivamente. 
 
Na etapa final do concurso, serão julgadas 100 propostas oriundas de mais de 80 países. Os três primeiros colocados terão a oportunidade de apresentar suas ideias na conferência, ocasião em que mais de 20 cientistas líderes irão mostrar suas mais recentes descobertas para uma audiência de cerca de 700 pessoas.
 
Inscrições e classificação - As inscrições para a etapa brasileira devem ser feitas até dia 5 de agosto pelo site www.falling-walls.com/lab, na opção Brasil. Podem se inscrever estudantes de graduação, pós-graduação, jovens profissionais e empreendedores com ideias de qualquer área do conhecimento. Os selecionados serão entrevistados e depois receberão treinamento para a classificação final, que acontece no dia 2 de outubro, na capital paulista, no Centro de Inovação Ahoy! Berlin São Paulo. 
 
Cada participante terá três minutos para fazer sua apresentação, em inglês, mostrando a relevância e o poder de transformação de sua ideia para um júri composto por especialistas da academia e do empresariado ¿ formato que se repetirá na etapa mundial do concurso. Além do concurso e da conferência, o vencedor brasileiro também participará, na Alemanha, de atividades para conhecer centros de pesquisa e empreendedorismo, organizadas pela Research in Germany ¿ uma iniciativa do Ministério da Educação e Pesquisa (BMBF) que visa promover as instituições alemãs de ensino e pesquisa no mundo. 
 
O concurso e a conferência são uma iniciativa da Falling Walls Foundation, instituição alemã sem fins lucrativos que promove discussões sobre pesquisa e inovação, divulgando as descobertas científicas mais recentes para um público amplo de todas os segmentos da sociedade. No Brasil, o concurso está sendo promovido pelo Centro Alemão de Ciência e Inovação São Paulo (DWIH São Paulo), em parceria com o Centro de Inovação Ahoy! Berlin São Paulo, a Universidade de São Paulo (USP) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii). 
 
Sobre a Falling Walls Foundation
 
Plataforma internacional para líderes, a Falling Walls Foundation foi criada no 20º aniversário da queda do muro de Berlim. Inspirada por este acontecimento histórico, a questão central de cada encontro promovido pela Fundação é: Quais serão os próximos muros (da ciência e tecnologia) a cair e transformar o mundo? A Fundação é apoiada pelo Ministério Alemão para Educação e Pesquisa, pela Fundação Robert Bosch, pela Associação Helmholtz, pelo Senado de Berlim e por várias instituições acadêmicas, fundações, empresas, organizações não-governamentais e personalidades proeminentes. Mais informações: www.falling-walls.com/
 
Página no Facebook Falling Walls Lab Brazil
 
Os interessados podem acompanhar novidades do evento na recém-lançada página no Facebook: www.facebook.com/FallingWallsLabBrazil/
 
Sobre o Centro Alemão de Ciência e Inovação São Paulo
 
O Centro Alemão de Ciência e Inovação São Paulo (DWIH São Paulo) foi criado em 2009 pelo Ministério das Relações Externas da Alemanha, como parte da política de internacionalização da ciência e pesquisa alemã. O objetivo é aumentar a visibilidade no Brasil da Alemanha como polo científico e tecnológico e favorecer a sinergia e o intercâmbio entre as instituições científicas alemãs e brasileiras, bem como destas com empresas ¿ em especial em São Paulo, o maior centro industrial alemão fora da Alemanha. Mais informações: www.dwih.com.br/pt-br
 
ATENDIMENTO PARA A IMPRENSA:
DWIH São Paulo
(11) 5549-1863 /5081-5237
Angela Trabbold ¿ angela@academica.jor.br

 

O curso acontecerá de 17 a 28 de setembro e são oferecidas 30 vagas para participantes (palestras e minicursos) e 90 vagas para ouvintes

 

Da Redação - Ascom Inpa

Foto: Cimone Barros ¿ Ascom Inpa

 

Estão abertas até o dia 1º de junho as inscrições para o II Curso de Entomologia na Amazônia (Ceam), que acontecerá em setembro de 2018. Idealizado pelos alunos do Programa de Pós-Graduação em Entomologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), o objetivo do curso é fornecer formação básica para graduandos de Ciências Biológicas e áreas correlatas com interesse no estudo de artrópodes e, principalmente, de insetos.

 

O curso será realizado de 17 a 28 de setembro com palestras, saída de campo para a Reserva Ducke e minicursos. No último dia do evento haverá uma oficina sobre fundamentos de fotografia digital para natureza e um concurso de fotos. São oferecidas 30 vagas para participantes (palestras e minicursos) e 90 vagas para ouvintes.

 

Este curso é o terceiro do tipo realizado no Brasil, porém, o único voltado para a fauna de insetos da região Amazônia. A primeira edição do Ceam foi realizada em 2017 e contou com a participação de alunos de graduação de todas as regiões do país, três deles aprovados na seleção de 2018 de pós-graduação (mestrado) em Entomologia do Inpa.  

 

As palestras acontecerão no período de 17 a 21 de setembro (manhã e tarde), no Auditório da Ciência, situado no Bosque da Ciência do Inpa, localizado na Rua Bem-te-vi, s/nº, Petrópolis, zona Sul de Manaus. Já os minicursos serão realizados de 21 a 25 de setembro (manhã e tarde), no laboratório de aula prática do PPG Entomologia, situado no Campus 2 do Inpa. 

 

De acordo com a programação, o II Ceam contemplará o estudo de artrópodes em suas várias interfaces, desde a taxonomia, sistemática, biogeografia, ecologia e biologia até áreas mais aplicadas como o controle biológico, entomologia agrícola e a importância dos insetos como modelos nas diversas áreas do saber biológico.

 

Os insetos são o grupo mais diverso do planeta tendo uma grande importância não só para os sistemas ecológicos como também para o homem em função de sua importância médica (como vetores de doenças) e também agrícola (como pragas e controladores de pragas).

 

¿Apesar disso, a quantidade de pesquisadores que atuam na área ainda é pequena se comparada a mais de um milhão de espécies já descritas de insetos¿, diz o coordenador do curso, o pesquisador José Albertino Rafael. ¿E curso como este são uma forma de atrair cada vez mais estudantes a serem futuros entomólogos¿, destaca. 

 

Mais informações sobre o curso, programação e como fazer as inscrições podem ser obtidas no site do II Ceam, no endereço http://inpaceam.wixsite.com/iiceam

 

A organização do curso é composta pelas mestrandas da pós-graduação que trabalham com diversos grupos de insetos: Thaís Melo de Almeida, Sheila Pereira de Lima e Walkyria Ramos, além dos biólogos Emerson Merkel, Paula Jéssica e Raline Aparecida. 

 

 

I Escola USP de História das Ciências é um curso de extensão universitária que tem como objetivo principal promover a formação complementar, em nível introdutório, em História das Ciências, compreendendo desde aspectos de seus fundamentos conceituais, a elementos metodológicos.
Ela será realizada de 23 a 27 de julho e as primeiras informações podem ser obtidas no site do Instituto de Estudos Avançados:
 
Em anexo, o cartaz de divulgação.
 
SERVIÇO:

De: 23/072018 - 9h00 a 27.07.2018 - 18h30

Onde:  Departamento de História da FFLCH-USP, Av. Prof. Lineu Prestes, 338 - Butantã, São Paulo - SP, 05508-000 

Contato:   

Telefone: (11) 3091-3776

FONTE DA NOTÍCIA:

Prof. Ivã Gurgel (IFUSP) - E-mail: gurgel@if.usp.br


O Workshop: "Accessible Infrastructures for the Mobility & Education of Blind People Workshop", aprovado pelo Fundo Newton e também patrocinado pela FAPESC.

O mesmo é destinado a recém doutores (até 10 anos de formados) de Brasil e UK, mas também para profissionais que trabalhem com a deficiência visual e cujas funções não requeiram do título de doutor.

O evento será realizado em Florianópolis de 27 a 31 de Agosto. O Fundo Newton e a FAPESC cobrem os gastos de participação.

A coordenação do evento é dos professores Marion Hersh, da Universidade de Glasgow, e do professor Alejandro Rafael Garcia Ramirez, da Universidade do Vale de Itajai (UNIVALI).

Para mais informações acesse: https://www.univali.br/eventos/computacao-engenharia-e-arquitetura/Paginas/evento2142.aspx


 

Você que é associado, pesquisador, gestor, técnico e dirigente de órgão público ou privado, estudante ou interessado em participar do Congresso ABIPTI 2018, já pode fazer sua inscrição.

Até o dia 31 de maio, o valor da inscrição com desconto será de R$ 350 para associados e estudantes e de R$ 700 para não associados. A partir de 1º de junho, o investimento será de R$ 440 e de R$ 880, para as mesmas categorias. As inscrições podem ser feitas na página do Congresso ABIPTI 2018.

 

Promovido pela Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI) em parceria com o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), a 9ª edição do evento será realizada entre os dias 27 e 28 de junho, no Rio Poty Hotel, em São Luis (MA).

Com o tema ¿Desafios e Propostas para um Brasil Inovador¿, o evento abordará temas relevantes para o setor de Ciência, Tecnologia e Inovação em áreas estratégicas como Educação, Desenvolvimento Socioeconômico, Inclusão Social e Saúde. Contará ainda com um painel específico da cooperação entre o Brasil e a União Europeia, sobre a experiência do projeto INCOBRA no âmbito do Programa Horizonte 2020 ¿ programa da UE para pesquisa e inovação.

Realizado a cada dois anos e com caráter internacional, o Congresso ABIPTI se tornou uma referência no calendário de eventos do setor de ciência e tecnologia no país, reunindo gestores, pesquisadores e especialistas para debater e apontar os caminhos a serem tomados pelas instituições nos anos subsequentes.

O evento contará com a presença de autoridades, dirigentes, pesquisadores, empresários e gestores públicos da comunidade de ciência, tecnologia e inovação do país, além de representantes de organismos internacionais.

 

Sobre a Abipti

 

A Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI) é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, que reúne organizações públicas e privadas de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, presente nas cinco regiões e 27 unidades da Federação, cuja missão é representar e promover a participação das entidades de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica (EPDIs), no estabelecimento e na execução de políticas voltadas para o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Sobre o IEMA

 

Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado no dia 02 de Janeiro de 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado. A proposta é implantar o Instituto em 48 municípios até 2018, oferecendo à sociedade infra-estrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao ensino médio, respeitando as necessidades locais e as prioridades estratégicas do Maranhão.

 


 
Iniciativa acontece na próxima quarta-feira, 18 de abril, no ICMC, a partir das 14 horas
 
Apresentar os diferentes modelos de programação existentes na área de desenvolvimento de jogos eletrônicos, explicando os princípios da programação orientada a objetos. Esse é o objetivo de um curso gratuito que acontece na próxima quarta-feira, 18 de abril, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.
 
A iniciativa atende a uma demanda crescente por especialização na área de desenvolvimento de games, que vem ganhando posição de destaque no Brasil. Durante o curso, o aluno aprenderá os conceitos da programação orientada a objetos, além de técnicas de documentação básica necessárias para o adequado desenvolvimento do projeto de um jogo. Para ver o conteúdo completo do curso, acesse este link: icmc.usp.br/e/b12ba.
 
Voltado a todos os interessados, com qualquer tipo de formação, o curso acontecerá das 14 às 18 horas. Há 50 vagas disponíveis e as inscrições podem ser realizadas até segunda-feira, dia 16, ou enquanto houver vagas. Para participar, é preciso acessar o Sistema Apolo da USP neste link: icmc.usp.br/e/3389e. Solicita-se aos participantes que tragam notebook, com os softwares Unity e Eclipse já instalados.
 
Sob coordenação do professor Cláudio Toledo, a atividade é uma iniciativa do grupo de extensão Fellowship of the Game (FoG), que é voltado ao estudo e desenvolvimento de jogos digitais. Quem vai ministrar o curso é o especialista Gustavo Moura, aluno de Sistemas de Informação do ICMC, que atua no FoG desde 2016 e tem experiência no uso de diversas ferramentas de desenvolvimento de jogos (Unity3D, GameMaker Studio, RPG Maker). Na área de programação orientada a objetos, o ministrante participa atualmente do desenvolvimento de um sistema de localização indoor de pacientes em conjunto com a prefeitura de Bauru e o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP.
 

A 2a Escola de Pesquisadores da USP acontece nos dias 9 e 10 de maio do corrente ano, no Auditório "Prof. Sergio Mascarenhas" (IFSC/USP), com o objetivo de desenvolver, aprimorar e consolidar as habilidades necessárias à vida científica de pesquisadores em pesquisa básica e/ou aplicada, em temas ousados e de alto impacto, dando assim diretrizes para um melhor trabalho no estado-da-arte.

 A Escola é dedicada a alunos de Pós-Graduação, Pós-Docs., técnicos de nível superior e professores pesquisadores, sendo o evento formatado para contemplar todas as áreas do conhecimento, incluindo ciências exatas, engenharias, biológicas, biomédicas e humanas/sociais.

 Espera-se que este evento promova a formação de pesquisadores de alto nível, treinados para reconhecer e atuar no estado-da-arte em suas áreas, e que possam gerar conhecimento e inovação relevantes para a sociedade, além de difundirem seus conhecimentos na formação de recursos humanos altamente capacitados e especializados.

A taxa de inscrição para este evento é de R$ 40,00, sendo que a organização está a cargo do Comitê Gestor do Portal da Escrita Científica do Campus USP de São Carlos.

Confira toda a programação da Escola no link: http://escoladepesquisadores.sc.usp.br/2/

Informações complementares poderão ser fornecidas através dos telefones (16) 3373-9778 / 3373-9779, ou pelo email escoladepesquisadores@sc.usp.br


 

Cidadãos estrangeiros interessados em especializações,mestrados e doutorados na Colômbia
Data de início: Segundo semestre de 2018
*Não aplicável para cidadãos estrangeiros que tenham nacionalidade colombiana e ou residam
atualmente na Colômbia.

 

todas as informações devem ser obtidas por meio do endereço eletrônico www.icetex.gov.co e selecionar o link BECAS.
ftp://ftp.unb.br/pub/download/INT/BOLSA_de_Pos_Colombia.pdf
 


 
As inscrições são gratuitas e vão até o dia 14 de abril
 
O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com processo seletivo aberto para contratação de um docente temporário. As inscrições vão até o dia 14 de abril e a vaga é para o departamento de Matemática do ICMC.
 
O professor contratado irá ministrar as seguintes disciplinas:
  • Estrutura e Funcionamento do Ensino Fundamental e Médio
  • Introdução aos Estudos da Educação
  • Introdução aos Estudos da Educação I
  • Estágio Supervisionado em Ensino de Matemática I
  • Didática
A jornada de trabalho é de 12 horas semanais e o salário varia de acordo com a formação do candidato: R$ 1.849,66 para quem possui título de doutor e R$ 1.322,41 para quem possui título de mestre.
 
As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet até às 17 horas do dia 14 de abril, por meio do link: uspdigital.usp.br/gr/admissao. Outros detalhes sobre prazos, provas e documentações estão disponíveis no edital completo: icmc.usp.br/e/1ce25.
 
 
Texto: Assessoria de Comunicação do ICMC/USP 
Crédito da imagem: Nilton Júnior/ArtyPhotos
 
Mais informações
Edital ATAc/ICMC/SMA-USP nº 010/2018: icmc.usp.br/e/1ce25

 

Com início no dia 2 de abril, curso será realizado às segundas-feiras, das 16 às 18 horas

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, está com inscrições abertas, até 1º de abril, para o curso An introduction to motivic integration, zeta functions and new stringy invariants of singularities. O objetivo é fornecer aos alunos de graduação e pós-graduação da área de matemática uma introdução básica aos conceitos e ferramentas de integração motívica.

O curso trará exemplos concretos do uso dessas ferramentas, apresentando suas relações com as funções zetas e as invariantes de Singularidades. Há 30 vagas disponíveis e a atividade, que é gratuita e aberta a todos os interessados, será realizada às segundas-feiras, das 16 às 18 horas, no período de 2 de abril a 7 de maio, na sala 5-001, no bloco 5 do ICMC.

Coordenado pelo professor Farid Tari, o curso será ministrado pelo pós-doutorando Juan Viu Sos. As inscrições devem ser feitas pelo sistema Apolo da USP, por meio deste link: icmc.usp.br/e/a5089. Para conferir todos os tópicos a serem abordados no curso, acesse o programa disponível no site do ICMC: icmc.usp.br/e/feb20.

 
Mais informações
Comissão de Cultura e Extensão Universitária do ICMC: (16) 3373.9146
E-mail: ccex@icmc.usp.br