Oportunidades externas

 

Interessados devem se inscrever via e-mail até o dia 01/12 para se candidatar a uma bolsa mensal no valor de R$ 5,1 mil

 

O Departamento de Engenharia Industrial (DEI) do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) está oferecendo uma vaga para bolsa de pós-doutorado no âmbito do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) / CAPES. O tema da pesquisa do bolsista deverá estar relacionado com as áreas de concentração do DEI, que são: Transporte e Logística, Finanças e Análise de Investimentos, Pesquisa Operacional e Gerência de Produção. A seleção será feita pela Comissão de Pós-Graduação do departamento.

 

Além da bolsa de pós-doutorado concedida pela CAPES, no valor atual de R$ 4.100,00 (quatro mil e cem reais) por mês, o aluno terá direito a uma complementação no valor de R$ 1.000,00  (mil reais) por mês, oferecida pela PUC-Rio.

 

Para concorrer à vaga, o candidato deve ter o seguinte perfil:

·         Título de Doutor;

·         Forte inclinação para pesquisa, comprovada por meio de publicações em periódicos internacionais;

·         Boa didática para atuar em cursos de graduação, de pós-graduação e de extensão;

·         Pró-atividade, fácil entrosamento e capacidade de relacionar-se e projetar-se no departamento e fora dele.

 

O prazo para se inscrever é até o dia 01 de dezembro. O candidato deve enviar um e-mail para teti@puc-rio.br  com o assunto ¿PNPD¿, anexando os seguintes documentos:

 

·         Currículo Lattes atualizado ou equivalente para candidatos estrangeiros;

·         Proposta de pesquisa (máximo de 4 páginas);

·         Cópia da carteira de identidade;

·         Um retrato 3x4;

·         Cópia dos diplomas de graduação e pós-graduação (ou declaração da conclusão);

·         Cópia dos históricos escolares de graduação e pós-graduação.

 

Cronograma das inscrições:

·         25/10/2017 ¿ Divulgação do Edital

·         01/12/2017 ¿ Término das Inscrições

·         15/12/2017 - Divulgação dos Resultados

·         01/01/2018 ¿ Início da vigência da bolsa

 

Outras informações podem ser obtidas com Cláudia Teti, pelo e-mail teti@puc-rio.br, ou com o Prof. Fernando Cyrino, coordenador de pós-graduação do DEI/PUC-Rio, no e-mail cyrino@puc-rio.br.

 

SERVIÇO:

Curso: Pós-doutorado em Engenharia Industrial

Inscrições: E-mail com documentos para teti@puc-rio.br   

Data: Até 01/12/2017

Local: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/PUC-Rio

Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea

 

 


Cursos da Escola Virtual

 

A Enap oferece cursos a distância em diferentes áreas temáticas e para diferentes públicos.

As áreas temáticas correspondem às grandes funções e processos comuns a todos os órgãos da Administração Pública. Os conhecimentos, métodos e técnicas utilizados, baseados nos valores que permeiam o exercício da função pública, têm como principal objetivo aprimorar os processos de trabalho e, assim, contribuir para a melhoria do desempenho dos servidores e organizações públicas.

Em seu papel de desenvolver competências de servidores para aumentar a capacidade de governo na gestão de políticas públicas, a Enap investe, além da capacitação de servidores públicos do executivo federal, também em cursos voltados para o desenvolvimento de capacidades locais, com o olhar não apenas para estados e municípios, mas também para cidadãos e usuários dos serviços públicos.

Os cursos sem tutoria, ainda que voltados para a necessidade de capacitação de públicos específicos, são abertos a todos os servidores e cidadãos interessados.

Caso tenha dúvidas de como realizar inscrição em algum curso, acesse as instruções na página Como Utilizar.

O calendário das ofertas pode ser consultado na página Calendário.


 
 
Serão apresentadas técnicas e ferramentas úteis e pouco conhecidas da plataforma Unity 3D
 
O setor de jogos eletrônicos têm se tornado cada vez mais relevante para a economia, atraindo vários profissionais da área da computação. Tendo em vista esse cenário, o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, oferecerá um curso de desenvolvimento de jogos no dia 11 de novembro, sábado, das 14 às 18 horas.
 
O curso apresentará a plataforma Unity 3D, utilizando a linguagem C#, com o objetivo de aprofundar e aperfeiçoar os conhecimentos de desenvolvimento de jogos dos participantes. Para isso, serão apresentadas técnicas e ferramentas úteis e pouco conhecidas da Unity 3D, exemplificando cada tópico com exercícios de aplicação dos conceitos.
 
Coordenado pelo professor Cláudio Toledo, do ICMC, o curso será ministrado pelo estudante Fabrício Guedes, membro do Fellowship of the Game (FoG), grupo de extensão do Instituto destinado ao desenvolvimento de jogos. Fabrício possui diversas experiências na área, já ministrou vários cursos e participou de Game Jams (competições de desenvolvimento de jogos).
 
Há 30 vagas disponíveis. As inscrições são gratuitas e ficarão abertas até quinta-feira, 9 de novembro, ou enquanto houver vagas. Para participar, é preciso fazer o cadastro no link icmc.usp.br/e/a4424. O curso será realizado no laboratório 6-303 do ICMC. Acesse o programa completo neste link: icmc.usp.br/e/718a3
 
 
Texto: Alexandre Wolf ¿ Assessoria de Comunicação ICMC/USP
 
Mais informações
Inscrições: icmc.usp.br/e/a4424

Programa completo: icmc.usp.br/e/718a3
Comissão de Cultura e Extensão do ICMC: (16) 3373.9146
E-mail: ccex@icmc.usp.br
 

A Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), em parceria com o Abdul Latif Jameel Poverty Action Lab (J-PAL), realizará, de 31 de outubro a 11 de dezembro, o curso online Avaliação de Impacto de Programas e Políticas Sociais.

A capacitação, que terá duração de seis semanas, é gratuita e destinada a servidores federais envolvidos na implementação, monitoramento e/ou avaliação de políticas públicas e programas sociais. Servidores públicos de qualquer esfera e Poder, bem como cidadãs e cidadãos em geral.

Sobre o J-PAL - É um centro de pesquisa fundado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que reúne pesquisadores especialistas em avaliações de impacto de políticas de combate à pobreza.

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 27/10/2017, no site da ENAP.


Estão abertas, até o dia 31 de outubro, as inscrições para o Prêmio SEPLAN de Monografias 2017. Realizado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) e com patrocínio da Caixa Econômica Federal (CEF) e idealização pela Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), o concurso tem a finalidade de estimular a pesquisa sobre planejamento governamental, avaliação de políticas públicas e reformas econômicas, reconhecendo os trabalhos de qualidade técnica e de aplicabilidade na Administração Pública brasileira que permitam melhorar o desempenho econômico do Brasil.

Poderão concorrer trabalhos individuais ou em grupo, de candidatos de qualquer nacionalidade e formação acadêmica (graduação ou pós-graduação) ou que estejam cursando o último ano de curso de graduação.

O prêmio é um convite à sociedade brasileira para apresentar novas ideias e contribuições sobre os temas propostos, que propiciem o aperfeiçoamento do planejamento governamental, o aprimoramento das políticas públicas e ampliem o debate sobre as reformas econômicas para maior eficácia e efetividade das políticas e programas governamentais, além da melhoria do ambiente de negócios no Brasil.

Pretende-se, ainda, mobilizar profissionais que podem e tenham interesse em contribuir para o debate sobre os temas propostos para, ao longo do tempo, formar um banco de ideias e sugestões com trabalhos de qualidade que possam aperfeiçoar a Administração Pública nas áreas de Planejamento, Políticas Públicas e Crescimento Econômico.

Acesse a página do Prêmio SEPLAN de Monografias 2017.

 

Informações
premioseplan@enap.gov.br
(61) 2020-3098


Está aberto o processo seletivo para bolsistas no âmbito do Centro Internacional de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIEGB ou em inglês ICGEB) pelo Programa Arturo Falaschi. O referido Programa oferece anualmente bolsas de PhD, de pós-doutorado e de curta duração para alunos e pesquisadores de países-membros (incluindo o Brasil) para realizar pesquisa em seus componentes centrais localizados em Trieste (Itália), Cidade do Cabo (África do Sul) e Nova Deli (Índia).

O prazo para submissão de propostas de bolsas de doutorado encerra-se no dia 31 de março de 2018.

Para bolsas de pós-doutorado os prazos são: 31 de março de 2018 e 30 de setembro de 2018.

Maiores informações estão disponíveis no site: http://www.icgeb.org/fellowships.html


Faça um jogo em 48 horas usando softwares livres
 
Maratona de desenvolvimento de games acontecerá na USP, em São Carlos, e na UNICAMP, em Campinas
 
Você quer colocar a sua criatividade à prova? Que tal desenvolver um game em apenas 48 horas, estabelecer contatos com outros programadores, artistas, músicos, sonoplastas e entusiastas da área e colocar a mão na massa usando apenas softwares livres? Então, não deixe de se inscrever na Livre Game Jam, uma maratona de desenvolvimento de jogos que acontecerá de 20 a 22 de outubro no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.
 
O objetivo do evento é incentivar a produção e o desenvolvimento de jogos e a disseminação da cultura de softwares livres, para todo tipo de profissional ou para quem realiza a atividade por hobby. Por isso, a iniciativa é aberta à comunidade, totalmente gratuita e é direcionada tanto para pessoas interessadas em desenvolver jogos eletrônicos quanto analógicos (como jogos de tabuleiro ou cartas). As únicas regras são seguir os temas apresentados na abertura da Livre Game Jam e tentar utilizar o maior número de softwares ou recursos livres durante o desenvolvimento dos jogos. As inscrições para participar do evento em São Carlos podem ser realizadas neste formulário: icmc.usp.br/e/46482.
 
No ICMC, o evento começará a partir das 20 horas do dia 20 de outubro, sexta-feira, no auditório Luiz Antonio Favaro (sal 4-111, no bloco 4) e vai se estender por todo o fim de semana em várias salas do bloco 3 do Instituto. Em São Carlos, a iniciativa é organizada pelo grupo de extensão Fellowship of the Game (FoG) e pelo grupo de software e cultura livre sancaLUG, sendo fruto de uma parceria com os grupos Gamux e LivreCamp, de Campinas, que realizarão a maratona no Instituto de Computação da UNICAMP. 
 
¿Uma game jam é o ambiente ideal para mentes criativas que querem projetar, criar e desenvolver algo interessante, diferente e inovador, desde o conceito do game até o que se consegue fazer depois de 48 horas¿, conta Gabriel Toschi, coordenador de relações públicas do FoG. ¿Participar de um evento como esses é uma experiência muito legal e quase obrigatória para qualquer um que goste de criatividade e solução de problemas¿, completa.
 
Novas ferramentas ¿ Para motivar a participação na Livre Game Jam, nas semanas que antecedem a maratona, o FoG organizará workshops apresentando ferramentas de código aberto usadas no desenvolvimento de jogos. Todos serão ministrados por membros do grupo e acontecerão das 19 às 21 horas no auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano do ICMC (sala 6-001, no bloco 6). Os workshops são gratuitos e abertos ao público, mesmo para aqueles que não poderão participar da Livre Game Jam. Além disso, haverá transmissão ao vivo e os workshops ficarão gravados posteriormente no canal do FoG no YouTube
 
No dia 10 de outubro, a artista Anayã Ferreira apresentará o Krita, software livre para a produção de arte digital. No dia 16 de outubro, o programador Gil Barbosa Reis mostrará um pouco mais sobre a Godot, ferramenta de fácil aprendizagem para o desenvolvimento de jogos digitais. No dia seguinte, 17 de outubro, será a vez de aprender um pouco mais sobre o framework LÖVE, que dá suporte aos desenvolvedores que desejam criar seu jogo na linguagem Lua. Mais informações sobre estes workshops podem ser encontradas no site do evento: https://livregamejam.org/#AGENDA.
 
 
 

formações a irem além de seus limites em todos os aspectos.
Esse método tem grande utilidade para empresários que buscam novas técnicas para se aprimorar. Caramella afirma que "nos líderes, rapidamente se estabelece uma sinergia de trabalho crescente e positiva. Atualmente, temos mais de 20 empresas ao redor do mundo aplicando o DeRose Method, desde middle management até alta gestão", completa.
Saiba mais sobre Edgardo Caramella:
Professor e escritor premiado nascido na cidade de Rosario, Província de Santa Fé, no dia 20 de agosto de 1953, Edgardo Caramella é fundador da Sede Decana do Método DeRose, foi consultor de qualidade de vida e alta performance do Método por 27 anos, consultor DeRose for Leaders, e, atualmente, é mestre no Método DeRose, presidente da federação Método DeRose de Buenos Aires, e coordenador do Colégio Internacional de Federações.
Para mais informações e inscrições acesse o site https://www.sympla.com.br/inovacao-em-lideranca---como-liderar-equipes-diversas-de-forma-mais-autentica-e-engajadora__182366
Atendimento à imprensa:
Leila Bonfietti Lima
leila@letraseartes.jor.br
Luciano Valente
luciano@letraseartes.jor.br
19.3291.4494 | 3291.4484
www.letraseartes.jor.br

Especialistas do Brasil e exterior ministram curso sobre ecologia química aplicada na agricultura na Embrapa

Evento é voltado a estudantes e profissionais das áreas de agronomia, química, biologia, entre outras. As inscrições estão abertas até o dia 10 de outubro de 2017.

 

Brasília, 06 de outubro de 2017 ¿ A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária ¿ Embrapa, localizada em Brasília, DF, promove no período de 16 a 20 de outubro de 2017, o V Workshop de Ecologia Química Aplicada na Agricultura. O objetivo é capacitar estudantes de graduação e pós-graduação das áreas de agronomia, química, biologia, entre outras relacionadas, além de técnicos agrícolas, extensionistas, pesquisadores, profissionais de empresas de insumos agrícolas, professores de universidades e tecnólogos em técnicas e metodologias de pesquisa para isolamento e identificação de semioquímicos, tais como feromônios, na avaliação comportamental de insetos e na aplicação no manejo de pragas agrícolas.        

            Estão sendo oferecidas 60 vagas e, para melhor aproveitamento do curso, é necessário ter conhecimentos de química ¿ no mínimo, o curso de química geral - e biologia. A inscrição pode ser feita na página da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia pelo endereço https://www.embrapa.br/recursos-geneticos-e-biotecnologia/cursos/ecologia-quimica-aplicada-na-agricultura até o dia 10 de outubro próximo.

 

Aulas serão ministradas por pesquisadores do Brasil e do exterior

 

            A coordenação técnica do curso é dos pesquisadores da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Miguel Borges, Maria Carolina Blassioli e Raúl Laumann. Do Brasil, participam também como instrutores professores das Universidades Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Josué Sant ¿Ana, e de Brasília (UnB), Diego Magalhães, Marla J Hassemer, Michely Aquino e Ana Carolina Lagôa; além das pesquisadoras da Embrapa Pecuária Sul Claudia Gomes e da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Mirian Michereff.

            Do exterior, participam as professoras da Universidade Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Clarice Steffens, e da Universidade de Buenos Aires, Romina Barrozo.

            O conteúdo programático contará com aulas teóricas, abrangendo conceitos relacionados ao tema ¿O que é Ecologia Química¿ ¿ comunicação em insetos, tipos de canais, sinais e pistas; definição de semioquímicos e classificação; química de semioquímicos; métodos analíticos para extração e identificação de semioquímicos;  ecologia química de parasitoides Platygastridae; semioquímicos de plantas ¿ interação multitrófica, alelopatia; interação intraespecífica ¿ insetos; interação intraespecífica ¿ plantas; interação intraespecífica inseto-inseto; ecologia química de animais; o uso de semioquímicos para o manejo e monitoramento de percevejos; aplicação de semioqúmicos no campo. Quimiorrecepção em insetos: da detecção ao comportamento e técnicas avançadas para detecção em tempo real de pragas agrícolas. 

            A parte prática inclui atividades demonstrativas de extração de percevejos, mariposas e coleópteros ¿ análise química e estudos comportamentais em olfatometria; bioensaios comportamentais com parasitoides; análises químicas por CG-DIC e CG-EM; e Eletroantenografia.

 

Feromônios: aliados no controle biológico de pragas agrícolas

 

            A ecologia química se baseia no estudo de sinais químicos emitidos por insetos e plantas para se comunicarem.  Alguns desses sinais químicos, como os feromônios, são liberados pelos insetos e transportados na atmosfera, sendo, essenciais na comunicação e interação entre os indivíduos da mesma espécie, com os próprios predadores ou inimigos naturais e as plantas.

Os feromônios emitidos e captados no meio ambiente por indivíduos da mesma espécie apresentam grande influência no comportamento desses animais na captura de alimentos e no processo reprodutivo, como dispositivo de atração sexual.

            Os cientistas da Embrapa reproduzem, em laboratório, as condições observadas na natureza para compreender melhor o mecanismo comportamental dos insetos visando, assim, o desenvolvimento de novas metodologias a serem utilizadas no controle e manejo de insetos-praga.

O trabalho de pesquisa desenvolvido na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia em parceria com outras unidades da Embrapa, envolve o estudo de diferentes tipos de insetos-praga, dentre os quais podem ser citados: percevejos da soja e arroz, mariposas do milho, coleópteros de algodão e a broca do fruto do cupuaçu. 

            Segundo o pesquisador Miguel Borges, coordenador do Workshop, essa tecnologia tem como objetivo principal reduzir ao máximo o uso de defensivos químicos nas lavouras. ¿A expectativa é disponibilizar para a agricultura familiar e o agronegócio uma tecnologia limpa e impactante tanto do ponto de vista sócioambiental quanto do econômico¿, afirma.

            Neste contexto, os produtos de uso agrícola, derivados de feromônios têm se apresentado como fortes aliados da sustentabilidade na agricultura e têm um mercado crescente frente à economia mundial, com 30% do mercado de biopesticidas no mundo, atrás apenas dos inseticidas bacterianos e botânicos.

            No Brasil, as tecnologias baseadas no uso de feromônios já resultaram em mais de 15 produtos registrados e outros em fase de registro. A aplicação dessas tecnologias está em expansão para o controle de insetos-praga de diversas culturas agrícolas, como o dendê, a maçã, a goiaba, a uva, a cana-de-açúcar entre várias outras, no Brasil e no exterior.

 

           

Inscrições até o dia 10 de outubro de 2017 no site: https://www.embrapa.br/recursos-geneticos-e-biotecnologia/cursos/ecologia-quimica-aplicada-na-agricultura

Mais informações pelo e-mail: cenargen.cursos@embrapa.br

 

 


A Philip Morris International anunciou o início do recebimento de propostas para o PMI IMPACT, uma iniciativa global de US$ 100 milhões, que visa financiar projetos contra o comércio ilegal. Os trabalhos desenvolvidos por organizações privadas, públicas ou não-governamentais, além de outras instituições interessadas, podem ser submetidos até o próximo dia 15 de novembro. 

Esta é a segunda rodada de financiamentos do PMI IMPACT, que se concentrará em iniciativas focadas em diferentes formas de comércio ilegal e crimes relacionados, como corrupção, lavagem de dinheiro e organizações criminosas. 

Os projetos podem ser implementados em qualquer lugar do mundo, mas devem ter impacto em uma ou mais das seguintes áreas geográficas: Tríplice Fronteira da América do Sul (formada por Brasil, Paraguai e Argentina), Europa Oriental, Oriente Médio, África do Norte, América Central, Sul e Sudeste Asiático. 

As iniciativas submetidas serão avaliadas pelo Conselho de Especialistas do PMI IMPACT. Mais informações e inscrição dos projetos podem ser obtidas em http://www.pmi-impact.com/Apply/How.  

Durante conferência de dois dias sobre Combate ao Comércio Ilegal, realizada na semana passada com o apoio do PMI IMPACT, em Londres, especialistas de instituições públicas, policiais, setor privado e sociedade civil alertaram para o fato desta atividade ocorrer de diferentes maneiras - do contrabando e falsificação de mercadorias ao tráfico de pessoas, passando pelo comércio de drogas ilícitas, armas e animais selvagens. As atividades ilegais são frequentemente interligadas e convergem, uma vez que os criminosos exploram as mesmas rotas e modos de operação em grande escala. 

"Esperamos receber propostas de ponta, que ajudarão as organizações privadas e públicas a melhorar seus conhecimentos e eficiência na luta contra essas atividades, que são uma preocupação crescente em todo o mundo", afirmou Alain Juillet, membro do PMI IMPACT Expert Council. 

Philip Morris International Inc.

A PMI é uma das empresas internacionais líderes no setor de tabaco, com seis das 15 principais marcas e produtos comercializados em mais de 180 mercados. Além da fabricação e venda de cigarros, incluindo Marlboro, a marca mundial de cigarros número um, e outros produtos de tabaco, a PMI está empenhada no desenvolvimento e comercialização de produtos de risco reduzido ("RRPs"). RRPs é o termo utilizado pela PMI para identificar produtos que apresentam, podem apresentar ou têm o potencial de apresentar menor risco de danos aos fumantes que mudam para estes produtos na comparação com o tabagismo continuado. Através de capacidades multidisciplinares no desenvolvimento de produtos, instalações de última geração e liderança na fundamentação científica no setor, a PMI pretende oferecer um portfólio de RRP que atenda um amplo espectro de adultos fumantes e exigências de regulamentação rigorosas. Para mais informações, acesse www.pmi.comwww.pmiscience.com.

 

Informações para a Imprensa:

Philip Morris Brasil
Assuntos Corporativos (assuntos.corporativos@pmi.com)

Tel: (41) 2111-6095

 


O Programa de Altos Executivos da Enap traz o curso inédito ¿Gestão de

desempenho na Administração Pública: estratégia de liderança que atinge objetivos¿
ministrado por professor especialista da Universidade de Birmingham, Inglaterra. O
curso tem como objetivo apresentar os princípios fundamentais acerca dos
processos de gestão de desempenho, bem como sua utilização para avaliação,
mapeamento de resultados, parcerias e redes de trabalho, e em coprodução
usuário e comunidade.
Dividido em três dias, totalizando 18 horas/aula, o curso fará uso de diferentes
abordagens da gestão de desempenho para a apropriação e integração de seus
conceitos. O resultado esperado é o aumento da capacidade gestão para melhor
desempenho e eficiência.


Público-alvo: Altos dirigentes da Administração Pública brasileira ¿ secretários-executivos,
secretários nacionais, diretores e assessores de ministérios e da Presidência da República,
dirigentes de autarquias, fundações, agências, empresas públicas e de economia mista.

 

- Período de realização: 02 a 04 de outubro de 2017
- Horário e Local: Enap/ Brasília
Dia 02/10: 08h às 18h (Espaço Inovatio)
Dia 03/10: 08 às 18h (Espaço Nexus)
Dia 04/10: 14 às 18h (Espaço Nexus)
- Vagas disponíveis: 30
- Curso ministrado em língua inglesa com tradução simultânea
- Inscrições abertas até 28 de setembro de 2017. Para se inscrever, clique aqui
Professor especialista: Tony Bovaird
Gestão de desempenho
na Administração Pública:
estratégia de liderança
que atinge objetivos
curso
É uma autoridade na gestão estratégica do setor


Pesquisadores brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil têm até o dia 15 de setembro para participar do Euraxess Science Slam Brazil, um dos maiores concursos de comunicação científica do mundo. O premio será uma viagem para a Europa com direito a visita a um dos centros avançados de pesquisa. 

O candidato deve inscrever sua ideia de apresentação ¿ em vídeo ou pelo Skype ¿ no site do concurso (scienceslambrasil.com). Serão aceitas as 100 primeiras inscrições e escolhidas cinco propostas para participar da final, no Rio de Janeiro (RJ).

Os finalistas também passarão por um workshop de comunicação científica, no Rio de Janeiro, com as despesas pagas pela Euraxess, como atividade preparatória para a apresentação final que ocorrerá no dia A final será no dia 25 de outubro, no Consulado da Itália, no Rio de Janeiro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). 

Sobre o concurso

Iniciativa da Euraxess Brazil, a edição 2017 do Euraxess Science Slam tem apoio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e da Delegação da União Europeia no Brasil. O objetivo do concurso é estimular a interação entre pesquisadores e sociedade, de maneira que a linguagem científica seja apresentada de forma original, criativa e mais próxima do público leigo.

Coordenação de Comunicação Social do CNPq


 

Instituto Lahmiei - Autismo realiza terceira edição do "Curso Avançado VB-MAPP e Comportamento Verbal", em setembro, em Ribeirão Preto

O curso é destinado aos profissionais da área da educação e saúde

 

O Instituto LAHMIEI ¿ Autismo (UFSCar) realizará nos dias 29, 30 de setembro e 1 de outubro, a  terceira edição do ¿Curso Avançado VB-MAPP e Comportamento Verbal¿. O curso acontecerá no Hotel Nacional Inn, localizado na Rua Duque de Caixias, 1313 ¿ no Centro de Ribeirão Preto. Nos três dias, o curso será realizado das 8h30 às 17h30.  As inscrições deverão ser feitas através do link: http://vbmapp-ribpreto.faiufscar.com

O VB-MAPP foi traduzido oficialmente para o português pela Profa. Dra. Maria Carolina Martone, docente do Instituto LAHMIEI e coordenadora da Fundação Panda e pelo Prof. Dr. Celso Goyos, coordenador do Instituto LAHMIEI e docente do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A tradução foi finalizada em 2017 com a autorização do próprio autor, Mark Sundberg.

De acordo com Goyos o atraso no desenvolvimento da linguagem é uma das principais características definidoras do TEA. ¿É fundamental que o desenvolvimento da linguagem falada seja enfatizada na programação de ensino. Não há razão para que a criança com o TEA não aprenda a falar, desde que não apresente prejuízos estruturais nos mecanismos anatômicos da fala e da audição. Sendo assim é fundamental que a criança também aprenda repertório de linguagem relacionado à aprendizagem de leitura e escrita, para aumentar as chances de uma maior integração escolar e social¿, explica.

Neste sentindo, entra a importância do curso VB-MAPP que é uma ferramenta importante que permite uma boa avaliação do repertório da criança, ou seja, as habilidades que ela tem e suas dificuldades em várias áreas de aprendizagem. ¿Então, uma vez que você consegue detectar precocemente os principais problemas para a criança, você consegue pensar em um plano de intervenção coerente e que de fato melhore a vida daquela criança e de sua família. Sendo assim, o VB-MAPP é uma ferramenta bem utilizada ultimamente na literatura para avaliar crianças autistas ou com atrasos similares¿, explica Martone.

De acordo com Martone, para um analista do comportamento que trabalha com crianças autistas é importante que ele tenha uma ferramenta de qualidade para a avaliação. Conhecer o VB-MAPP e saber usá-lo, ressaltando que não é o único dos instrumentos, porém o mais atual e relevante por que ele consegue planejar o seu trabalho de maneira mais efetiva. ¿Agora nós temos este material oficialmente traduzido para o português, pois para muitas pessoas ler este material em inglês é impossível. Então isso deve colaborar na formação dos profissionais da área¿, finaliza.

O curso não vai simplesmente ensinar a ¿aplicação¿ do VB-MAPP, mas também a entender e interpretar os resultados encontrados. Todos os ministrantes são professores e doutores em Análise do Comportamento e com vasto conhecimento teórico e experiência clínica. O valor é de R$ 864,00 à vista até o dia 15 de setembro. Confira outras opções de pagamento e valores, currículo dos professores e faça inscrição pelo site http://vbmapp-ribpreto.faiufscar.com


 

Aulas acontecerão de 12 setembro a 24 de outubro, às terças-feiras, das 16 às 18h35; há 30 vagas disponíveis

Interessados em aprender sobre desenvolvimento de aplicativos na plataforma Android podem se inscrever gratuitamente no curso que será oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Há 30 vagas disponíveis e as inscrições devem ser feitas até 8 de setembro ou enquanto houver vagas.

Voltado a alunos de graduação e pós-graduação, o curso é aberto a todos os interessados e tem como objetivo apresentar a teoria e a prática do desenvolvimento para a plataforma Android, visando complementar a formação de estudantes de computação. Para se inscrever, basta acessar o sistema Apolo, por meio deste link: icmc.usp.br/e/3d2f9.

As aulas  acontecerão de 12 setembro a 24 de outubro, às terças-feiras, das 16 às 18h35, e serão ministradas pelo pós-doutorando Caio César Viel e pelo doutorando Olibário José Machado, sob coordenação da professora Maria da Graça Pimentel, todos do ICMC. Clique e confira a programação completa do curso: icmc.usp.br/e/ee9ae.

Estudantes têm até dia 11 de setembro para fazer a inscrição; entre as novidades está o aumento de vagas no curso de Sistemas de Informação, oferecido pela USP em São Carlos

Quem deseja estudar no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP já pode se inscrever em uma das portas de entrada para seus cursos de graduação: o vestibular 2018 da Fuvest. As inscrições ficam abertas até 11 de setembro e devem ser feitas exclusivamente pelo site da instituição, a taxa é de R$ 170.
 
O ICMC oferece, ao todo, 345 vagas, divididas em oito cursos de graduação: Ciências de Computação; Engenharia de Computação; Sistemas de Informação; Matemática Aplicada e Computação Científica; Estatística; Licenciatura em Ciências Exatas; e Matemática (Bacharelado e Licenciatura). Estudantes que ainda têm dúvidas sobre as diferenças entre esses cursos podem consultar o guia Faça parte do futuro.
 
Uma das novidades para 2018 é que o curso de Sistemas de Informação teve sua oferta aumentada de 40 para 50 vagas. Outra mudança é que todos os cursos do ICMC vão possibilitar o ingresso pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Até o ano passado, só era possível entrar em Engenharia de Computação pela Fuvest (saiba mais).
 
Das 11.147 vagas oferecidas pela USP para 2018, 2.745 são destinadas para o ingresso via SiSU. Do total, também existe a reserva de 37% para alunos provenientes de escolas públicas e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Essa é a primeira vez que a USP adota uma política institucional de cotas sociais e raciais, as quais irão aumentar gradualmente todos os anos até 2021, quando 50% de todas as vagas serão destinadas a essa parcela da população.
 
A Fuvest oferece, ainda, diversos tipos de bônus na nota do vestibular para candidatos que cursam ou já concluíram o ensino médio em escolas públicas (saiba mais). Vale lembrar que a USP é uma universidade gratuita e até quem não tem recursos financeiros para estudar pode ter acesso a diversas formas de auxílio para se manter durante a graduação. É possível, por exemplo, adquirir uma vaga na moradia estudantil ou auxílio moradia, apoio transporte, apoio alimentação ou apoio livros. Essas oportunidades estão detalhadas no vídeo Você sabe quanto custa estudar na USP?, criado pelo ICMC.
 

O prêmio é uma iniciativa que busca promover a reflexão e propor ações nas perspectivas econômicas, científicas, tecnológicas, ambientais, sociais e de empreendedorismo para o desenvolvimento sustentável da Região Amazônica.

Instituído em 2004, recebe o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) por meio do seu Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT); do Ministério da Integração Nacional (Ml); da Ação Pró-Amazônia e das federações de indústrias da Região Amazônica; da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa); da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac); da Fundação Amazônia de Amparo à Estudos e Pesquisas (Fapespa), da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Pará (SECTI/PA), do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea).

Tem como objetivos específicos:

- Fomentar a interação permanente entre os setores governamentais, empresariais, acadêmicos e sociais da Região Amazônica.
- Contribuir para a execução das políticas públicas na Amazônia, por meio do estímulo o desenvolvimento de projetos de abordagem integrada em regiões que apresentem altas taxas de desmatamento, bem como no entorno de grandes obras estruturantes na Amazônia.
- Intensificar e ampliar as ações que concorrem para minimizar e erradicar a extrema pobreza na Amazônia em consonância com o Plano Brasil Sem Miséria e, assim, contribuir para a diminuição das desigualdades.
- Estimular e reconhecer o desenvolvimento de projetos educacionais, com o propósito de promover iniciativas voltadas para o atendimento de áreas e populações pouco assistidas ou desassistidas em suas necessidades de educação de vida (formação) e/ou profissional (capacitação).
- Identificar, analisar, selecionar e divulgar projetos de interesse empresarial e oportunidades de investimento para potenciais financiadores, públicos e/ou privados.
- Contribuir com indivíduos e instituições cujos projetos e ações contribuam para o empoderamento das populações amazônicas.
- Agraciar pessoas e empresas que se destacam no desenvolvimento sustentável da Região Amazônica.
- Contribuir com soluções inovadoras para os assuntos relativos à água e a cooperação envolvida, bem como para as boas práticas que geram impactos no manejo sustentável da água e para a melhoria da qualidade de vida dos participantes do projeto em aspectos como: acesso à saneamento, saúde, qualidade de vida.

São várias as categorias de premiação. Na modalidade Prêmio Professor Samuel Benchimol, a Categoria Projetos de Desenvolvimento Sustentável na Região Amazônica busca contemplar projetos inovadores que resultam de estudos que consideram simultaneamente ou individualmente a conservação ambiental, a responsabilidade social ou a viabilidade econômica. A Categoria Personalidades dedicadas ao Desenvolvimento Sustentável da Região Amazônica tem como objetivo agraciar personalidades do meio empresarial e acadêmico, que se destacaram em prol do desenvolvimento sustentável na Região Amazônica.

Na modalidade Prêmio Banco da Amazônia de Empreendedorismo Consciente, a Categoria Iniciativa de Desenvolvimento Local tem como objetivo premiar iniciativas na região, que revelem por meio de sua prática o potencial de transformação da Região Amazônica em prol do seu desenvolvimento sustentável e almeja contemplar as que trazem em seu escopo conceitos e práticas de Economia Criativa, Economia Verde e/ou Agroecologia e Produção Orgânica.

A Categoria Empresa na Amazônia tem como objetivo premiar empresas na Região Amazônica que sejam importantes no fortalecimento de cadeias produtivas dos setores que conduzam ao desenvolvimento sustentável da Amazônia, bem como ao aproveitamento comercial sustentável da biodiversidade da Região. A Categoria Micro empreendimento na Amazônia (Prêmio Florescer) homenageia dois  icroempreendedores, valorizando o caráter empreendedor do pequeno negócio de sucesso na Amazônia, desenvolvidos nos meios urbano e rural.

As premiações estão assim organizadas: para a Categoria Projetos de Desenvolvimento
Sustentável na Região Amazônica serão selecionados três projetos a serem agraciados sendo que o primeiro colocado receberá o valor de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais); o segundo  colocado, R$ 15.000,00 (quinze mil reais); e o terceiro colocado, R$ 10.000,00 (dez mil reais).

No caso de serem selecionados apenas dois projetos, caberá ao primeiro colocado R$ 45 mil, e ao segundo colocado R$ 15 mil. Havendo somente um vencedor, este receberá o valor total de R$ 60 mil. Para a Categoria Iniciativa de Desenvolvimento Local (IDL) serão selecionadas três empresas aserem agraciadas sendo que a primeira colocada receberá o valor de R$ 35.000,00 (trinta e cincomil reais); a segunda colocada, R$ 15.000,00 (quinze mil reais); e a terceira colocada, R$ 10.000,00(dez mil reais).

No caso de serem selecionadas apenas duas empresas, caberá a primeira colocadaR$ 45 mil, e a segunda colocada R$ 15 mil. Havendo somente uma empresa vencedora, esta receberá o valor total de R$ 60 mil.

As inscrições estão abertas até o dia 31 de agosto de 2017, o julgamento acontecerá no dia19 de outubro de 2017 e a outorga será no dia 24 de novembro de 2017.

Confira o regulamento com informações completas sobre as categorias e premiações  no endereço eletrônico http://www.amazonia.ibict.br/.
 


Concursos para o quadro permanente de docentes do Departamento de Química da UFSC.

  Classe Adjunto nas áreas de Química Analítica, Química Orgânica, e Ensino de Química.

   As inscrições serão realizadas no período de 07/08/2017 a 05/09/2017.

  O Edital completo pode ser consultado na página da UFSC.

http://035ddp2017.concursos.ufsc.br/edital-do-concurso/


CTC/PUC-Rio apresenta novo currículo para graduação em Ciência da Computação, que traz mudanças para os que ingressarem em 2018

 

Inscrições para o Vestibular 2018 da PUC-Rio estão abertas com 40 vagas para o curso de Ciência da Computação e mudanças atendem a demandas dos próprios alunos, que poderão optar por um currículo mais flexível entre o técnico e o acadêmico

 

O Departamento de Informática do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) reformulou a grade curricular do curso de Ciência da Computação, depois de um ano de debates com alunos e professores. O curso ficou mais dinâmico ao oferecer uma gama de matérias eletivas e inserir novas disciplinas, permitindo com isso que os alunos tenham maior flexibilidade para optar por um viés mais técnico ou acadêmico na graduação. Paralelamente, o curso de Sistemas de Informação não abrirá novas turmas. Todas estas mudanças valem para o Vestibular PUC-Rio 2018, cujas inscrições vão até 11 de setembro, e oferece 40 vagas para Ciência da Computação.

 

Segundo os professores Noemi Rodriguez e Ivan Mathias Filho, do Departamento de Informática do CTC/PUC-Rio, o curso de Sistemas de Informação era mais alinhado à Tecnologia da Informação (TI), com um foco mais administrativo e de gerência de projetos. Já o de Ciência da Computação tinha um currículo mais acadêmico, fortemente ligado à matemática. ¿Como os alunos têm que escolher o curso na hora do vestibular ¿ ainda muito incertos sobre suas escolhas, o que é natural ¿ havia uma migração muito grande entre Sistemas da Informação e Ciência da Computação. Com essa mudança, o aluno de Ciência da Computação poderá escolher com mais segurança, a partir do quinto período, o perfil que prefere para sua formação, que pode ter um foco em técnicas avançadas de desenvolvimento de software, na teoria que fundamenta a área de Computação, ou em uma composição de assuntos que atenda a interesses pessoais¿, reforça Noemi.

 

Com a oferta de cerca de dez disciplinas eletivas (aproximadamente 45 créditos) ao novo curso de Ciência da Computação ¿ o que representa aproximadamente 25% do total de créditos obrigatórios ¿ os alunos poderão escolher seu perfil profissional. As eletivas serão divididas em segmentos, permitindo que o aluno complemente sua formação cursando algumas disciplinas escolhidas entre áreas como Ciência de Dados, Segurança da Informação, Computabilidade e Análise Numérica. Outros segmentos de eletivas trazem maior liberdade para escolher outras disciplinas de computação, como Inteligência Artificial e Computação Gráfica, mas também com disciplinas de áreas como Empreendedorismo, Matemática, Engenharia ou Administração.

 

As discussões sobre o novo currículo tiveram início em março de 2016 e, a partir daí, foram consultadas referências de outras instituições, inclusive internacionais, como a ACM (Association for Computing Machinery - primeira sociedade científica e educacional dedicada a computação), assim como o da Sociedade Brasileira de Computação, para o desenvolvimento da nova grade curricular. ¿Pegamos todas as áreas sugeridas nestes currículos de referência, que preveem flexibilidade de acordo com o perfil da instituição. Para definirmos o núcleo de obrigatórias, fizemos um questionário entre os professores para ver quais campos cada um considerava essenciais para o curso¿, revela Noemi. A formação obrigatória, que agora será de 36 disciplinas, abrange áreas como programação, lógica, matemática discreta, bancos de dados, análise de algoritmos, linguagens formais e sistemas de computação.

 

Entre as novidades, destaca-se a criação de novas disciplinas como Introdução à Computação (em que os alunos aprenderão a programar com Lua), Ciências de Dados (uma das áreas de maior destaque atualmente) e Probabilidade Computacional (com uma visão algorítmica da probabilidade). O novo currículo inclui ainda a oferta de disciplinas de ementa variável, denominadas ¿Tópicos Avançados¿, que são resultado de pesquisas avançadas que os professores possam estar desenvolvendo naquele momento.

 

Desenvolver pesquisas no Instituto Tecgraf é uma das oportunidades que a PUC-Rio oferece aos alunos de Ciência da Computação

 

Outra vantagem do novo currículo será que, no quinto período, os estudantes cursarão uma disciplina integradora ¿Projeto e Construção de Sistemas¿, de modo a pôr em prática os conhecimentos adquiridos em disciplinas anteriores. E, no sexto, todos participarão de um estágio supervisionado em laboratórios de ponta do Departamento de Informática que será o foco central do período. O objetivo é o desenvolvimento acadêmico com acompanhamento semanal dos professores. ¿Queremos oferecer aos alunos uma oportunidade de fazer algo relevante na área de computação. Nossos laboratórios temáticos têm projetos de ponta em desenvolvimento de tecnologia e, com o acompanhamento de um professor e reuniões semanais, os alunos poderão relatar suas dificuldades, fazer a transição do acadêmico para o prático de fato e trabalhar em conjunto com outros colegas¿, ressalta Noemi.

 

Os alunos de graduação que já concluíram 60% dos créditos poderão ainda cursar matérias do mestrado, que poderão ser contabilizadas futuramente na pós-graduação, permitindo que o mestrado possa ser concluído em um espaço de tempo mais curto.

 

¿Estou inclinada a migrar para Ciência da Computação, pois posso continuar trabalhando com programação, que era o forte de Sistemas da Informação, graças às eletivas que poderei escolher com o novo currículo. Essa liberdade para definir a especialidade que quero seguir me deixa mais segura e faz toda a diferença para competir e se destacar no mercado de trabalho¿, reforça Ingrid Coda, 21 anos, aluna do sexto período de Sistemas de Informação.

 

 

Informações para a imprensa:

APPROACH COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Maria Estrella (maria.estrella@approach.com.br)

Tels: (21) 9-9301-4332 / (21) 3527-1303, ramal 43 (CTC/PUC-Rio)

(21) 3461-4616, ramais 147 e 164 (Approach Comunicação)

Bianca Sallaberry (bianca.gomes@approach.com.br)

www.approach.com.br

 

 


A TECNIOspring programa da ACCIO, agência de competitividade do governo da Catalunha, com foco em transferência de tecnologia, lança em julho a edição 2017 de seu programa internacional de intercâmbio de pesquisadores.

O programa é voltado a pesquisadores de universidades, instituições públicas, parques tecnológicos, centros de pesquisa, incubadoras e empresas.

A bolsa TecnioSpring oferece ao bolsista a possibilidade de desenvolver parte de sua pesquisa na Catalunha seja por meio de acordos da instituição ou da colaboração com qualquer instituição da rede Tecnio.

Saiba mais na pagina do programa.

Coordenação de Comunicação do CNPq.