Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carolina Bioni Garcia Teles

Ciências Humanas

Sociologia
  • fiocruz-ro: popularização da ciência na sociedade e escolas
  • Na perspectiva de reduzir, ao longo dos anos, as diferenças sociais e econômicas presentes na região da Amazônia Ocidental, o Instituto Fiocruz-RO tem contribuído para a formação de especialistas, popularização da ciência e aplicações científicas práticas voltadas para o SUS na Amazônia. O desenvolvimento e o progresso da ciência e tecnologia requerem o comprometimento, continuidade de ações específicas e participação da comunidade; assim a equipe de pesquisadores da Fiocruz-RO entende a importância de investimento na promoção de ciência no ambiente escolar. Esses esforços podem ser capazes de promover uma educação mais dinâmica e contextualizada. Além de induzir o empoderamento dos alunos no processo de tomada de decisões, reflexões sobre problemas sociais que todos estão envolvidos. O objetivo é realizar diversas ações de divulgação científica para alunos e professores da rede de ensino fundamental do município de Porto Velho, Estado de Rondônia. Esta proposta fornecerá várias discussões, para produzir o melhor conhecimento sobre muitos campos da ciência, com auxílio de palestras, apresentações científicas, visitas ao instituto e oficinas práticas. Serão aplicados temas básicos envolvendo inovação científica e tecnológica voltada ao controle de doenças parasitárias, como as causadas por doenças microbianas e virais, bem como as doenças transmitidas por vetores e as adquiridas pela transmissão de água contaminada na Amazônia. Durante todo esse processo nós teremos a oportunidade de realizar a popularização do desempenho das pesquisadoras ‘mulheres’ atuais e de ícones femininos do Brasil e Mundo. Isso mostrará a importância da perspectiva feminina em ações científicas e unir esforços para garantir as mulheres em um ambiente de igualdade de emprego. Inspirado em experiências demonstradas, haverá a organização de “Feiras de Ciências” nas escolas com apresentação de materiais científicos e tecnológicos produzidos pelos alunos. Esse espaço formalizará a transmissão e produção de seus conhecimentos, materializando uma arquitetura informativa de importantes processos científicos, tornando o processo de aprendizagem menos dependente da educação formal e capaz de fornecer uma visão de como eles podem ser atores na solução de problemas e como promover o desenvolvimento tecnológico e científico na sociedade. A Fiocruz-RO premiará as melhores obras apresentadas, valorizando a ciência nas escolas como uma ferramenta transformadora no desenvolvimento social, útil não apenas à comunidade interna, mas também ao público em torno de sua extensão territorial. O foco de divulgação científica e tecnológica vai além das atividades no ambiente escolar. O objetivo é finalizar esta proposta, unindo ações em um ambiente aberto aos pesquisadores, educadores, estudantes e a população Rondoniense, que permitirá o acesso ao conhecimento científico produzido por diferentes instituições de ensino e pesquisa. Acreditamos que eventos populares como “Fiocruz Rondônia na rua” se tornarão um meio de aproximação da educação científica com a comunidade no âmbito das atividades de extensão e poderemos mostrar que as escolas de educação básica podem refletir sobre a mudança da popularização científica através da educação e empoderamento de novos atores na construção do conhecimento.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 15/01/2020-28/12/2020
Foto de perfil

Carolina de Melo Bomfim Araújo

Ciências Humanas

Filosofia
  • capacidades e disposições: princípios explicativos da ação em platão e aristóteles
  • Este projeto pretende fortalecer a seção de Filosofia Antiga da linha de pesquisa em Filosofia da Ação do Programa de Pós-Graduação em Lógica e Metafísica (PPGLM-UFRJ). Ele reúne dois professores permanentes do programa, convergindo seus projetos individuais de pesquisa e suas equipes em um núcleo de trabalho integrado. Ele pretende analisar alguns princípios utilizados por Platão e Aristóteles para explicar as ações e caracterizar seus agentes, a saber, as noções de capacidade e de disposição. Embora essas noções correspondam de modo geral aos termos gregos dynamis e héxis, enquanto conceitos filosóficos elas dependem também de uma rede conceitual em torno da noção de alma (psykhé), que envolve as noções correlatas de movimento (kínesis), atividade (enérgeia), função (érgon), desejo (oréxis, epithymía), hábito (éthos) e ímpeto (thymós). A hipótese que estabelecemos de partida é de que, quando associados com essa rede conceitual, os princípios explicativos que pretendemos investigar se revelam como condições ou meios necessários para a ação, não sendo portanto suficientes para explicá-la. Acrescem-se a essa hipótese primeira duas ramificações. A primeira diz respeito aos limites que se impõem às noções de capacidade e disposição em sua função explicativa. Nossa hipótese é de que os dois princípios diferem em muito quanto a esse ponto: ao passo que grande suspeita recai sobre a legitimidade de uma teoria metafísica das capacidades, uma vez que um regresso parece estar envolvido nesse modo de explicação, o mesmo não ocorre com disposições, que se descrevem estados que necessariamente resultam em ação quando em certa circunstância. A segunda ramificação diz respeito ao modo de ativação de capacidades e disposições, e como cada uma das noções correlatas acima mencionadas garante que tais princípios sejam de fato explicativos para a ação. Este projeto se insere no projeto mais amplo de cooperação internacional “Dynamis na História da Filosofia” já assinado entre o PPGLM-UFRJ e as universidades de Ottawa (Canadá) e Roma La Sapienza (Itália) e submetido ao Edital Capes-Print. Ele também se configura como um projeto de formação de pesquisadores de nível internacional, contando com uma equipe de bolsistas de Iniciação Científica, Mestrandos, Doutorandos e Pós-Doutorandos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina dos Santos Batista Bonini

Ciências Agrárias

Agronomia
  • qualidade fisica e quimica de um latossolo vermelho em sistema de integração lavoura-pecuária após 3 anos de implantação
  • O sistema integração lavoura-pecuária visa a sustentabilidade, procurando explorar o máximo da área, além de diminuir os impactos sobre as propriedades do solo. O presente trabalho tem por objetivo estudar os atributos físicos e químicos de um Latossolo em um sistema de integração lavoura-pecuária após quatro anos de implantação do sistema. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados, com três repetições e compostos por 7 tratamentos: 1 - Soja – Milho + B. ruziziensis (pastejo); 2 - Soja – Milho + Piatã (pastejo); 3 - Soja – Milho + Paiaguás (pastejo); 4 - Soja - Piatã (pastejo 2 anos) – Soja - Piatã (pastejo); 5 - Soja - Paiaguás (pastejo 2 anos) – Soja - Paiaguás (pastejo); 6 - Soja – milho (Plantio direto); 7 - Soja – milho (Preparo convencional). O experimento será realizado na Fazenda do grupo Facholi, no município de Caiuá/SP de janeiro/2019 a dezembro/2021, em solo classificado como Latossolo Vermelho. As avaliações a serem realizadas serão os atributos físicos do solo (estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de agua, resistência mecânica a penetração, umidade do solo), atributos químicos (teores de fósforo, potássio, magnésio e cálcio, matéria orgânica, pH, acidez potencial e calculadas as somas de bases, capacidade de troca catiônica e saturação por bases). As análises de solo serão feitas em duas camadas do solo; 0,00-0,10 e 0,10-0,20 m. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e teste de Tukey a 5 % de probabilidade para a comparação de médias.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Ferreira de Matos Jauris

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novos materiais baseados em nanoestruturas de carbono visando aplicações sustentáveis: síntese, caracterização e avaliação de toxicidade
  • Os nanomateriais de carbono representam uma classe diversificada de materiais, em sua maioria, com uma excepcional variedade de propriedades, o que os torna adequados para aplicações nas mais diferentes áreas de pesquisa. Há uma necessidade incisiva de procurar novas nanoestruturas de carbono por meio de métodos sustentáveis e de baixo custo, realizando seu papel em aplicações energéticas e ambientais. No entanto a maioria das estratégias convencionais de preparação desse tipo de material e de seus compósitos envolvem condições intensivas de energia e, portanto, elevado custo de produção. Nesse sentido, a síntese ambientalmente amigável de nanomateriais de carbono por meio de estratégias custo-efetivas é de grande relevância. Este projeto propõem avanços na síntese verde de vários nanomateriais de carbono e descreve suas aplicações sustentáveis para o armazenamento e geração de energia, remediação e purificação ambiental, sem deixar de lado a avaliação de toxicidade dos materiais desenvolvidos. Para tal o projeto conta com uma equipe interdisciplinar buscando não o somente aplicações tecnológicas, mas também a compreensão dos processos básicos envolvidos em cada etapa.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Fischinger Moura de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • perfil de vitaminas do complexo b em pacientes com glicogenoses hepáticas e seus possíveis determinantes
  • As Glicogenoses (GSD) são doenças genéticas que resultam em alterações no metabolismo do glicogênio. Estas condições podem ser classificadas em diferentes tipos, nomeadas de acordo com o defeito enzimático específico e os órgãos afetados. Para o tratamento das GSD hepáticas, a estratégia mais comumente utilizada é a administração frequente de amido de milho cru, visando a manutenção da normoglicemia e a prevenção de distúrbios metabólicos secundários. Restrições e suplementos alimentares são realizados de acordo com os diferentes tipos de GSD. As restrições alimentares impostas pelo tratamento, bem como, o grande consumo de amido de milho como fonte de carboidrato podem levar a deficiências nutricionais em pacientes com GSD hepáticas. Pouco se sabe em relação ao perfil de vitaminas do complexo B apresentados por esses pacientes, visto que além da deficiência no seu consumo, pode haver uma interação dessas vitaminas com o alto consumo de carboidrato proveniente de uma fonte altamente refinada, sendo que existem relatos de caso de deficiências graves de vitaminas do complexo B nesses pacientes. O objetivo do presente estudo é avaliar os níveis de vitaminas do complexo B apresentados por pacientes com Glicogenoses hepáticas e sua associação com variáveis clínicas e de tratamento. Será conduzido um estudo transversal, observacional, onde serão coletadas amostras de sangue de pacientes com Glicogenose Hepática (Ia, Ib, III e IXa, IXb, IXc) para dosagem de vitaminas do complexo B ((vitamina B1 (tiamina), B3 (niacina), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina)). Além disso, serão coletados dados clínicos e de tratamento, bem como, aplicados inquéritos alimentares de 3 dias para avaliação do consumo de nutrientes. Assim será possível avaliar possíveis variáveis que influenciam o perfil de vitaminas do complexo B em pacientes com GSD hepática. Devido à natureza translacional deste estudo, espera-se gerar dados que possam embasar a avaliação do perfil nutricional de vitaminas do complexo B nos pacientes com GSD hepática e que embasem o uso de complementos nutricionais para prevenção de comorbidades nesses pacientes.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Hassibe Thomé

Ciências da Saúde

Medicina
  • isolamento e caracterização de exossomos durante a transição epitélio-mesenquimal em câncer de ovário.
  • As células podem responder de diferentes maneiras a estresses aos quais são submetidas. Essas respostas variam conforme a duração do estímulo estressor e o tipo celular, podendo variar desde respostas de sobrevivência até morte celular. Esse tipo de resposta ao estresse celular causa um aumento na secreção de vesículas pelo retículo endoplasmático e aparelho de Golgi, que quando são secretadas por essas células passam a denominar-se exossomos. Presentes nos fluidos corporais como sangue, urina, saliva e liquor, essas microvesículas possuem em sua composição mRNAs, microRNAs, RNAs não codificantes, proteínas citoplasmáticas e de membrana, como receptores e moléculas do complexo MHC que são candidatos à biomarcadores de doença. Estudos recentes apontam que a comunicação intercelular pelos exossomos pode modular a expressão gênica da célula alvo, assim como processos de crescimento, divisão e diferenciação celular, resposta ao estresse, sobrevivência celular e apoptose. Além disso, os exossomos presentes nas células tumorais, influência na progressão tumoral e no desenvolvimento de metástases. Devido às suas propriedades e presença em fluidos corporais onde podem ser coletados, os exossomos estão se tornando candidatos promissores a novos biomarcadores para realização de diagnósticos precoce e prognóstico de inúmeras doenças, como o câncer de ovário. Neste projeto, avaliaremos a liberação desses exossomos, caracterizando o perfil proteômico durante a Transição Epitélio-Mesenquimal (EMT), que representa um modelo de progressão tumoral. Proteínas relevantes identificadas serão validadas em amostra de fluído intra-tumoral proveniente de pacientes com câncer de ovário através da análise proteômica dirigida.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas ecológicas na planície de inundação do alto rio paraguai
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/01/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Carolina Montanheiro Noronha

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de nanocompósitos contendo nanopartículas carregadas com óleo essencial para aplicação em embalagens ativas e sustentáveis para alimentos.
  • Os óleos essenciais presentes em diferentes matérias-primas vegetais são substâncias que apresentam elevada atividade antioxidante, em função de sua capacidade de neutralizar e sequestrar radicais livres, além de possuírem propriedades antimicrobianas. Essas propriedades os tornam atraentes aditivos para a indústria de alimentos para aumentar a segurança e o tempo de prateleira dos produtos. No entanto, a utilização dos óleos essenciais apresenta algumas limitações devido às suas características de alta volatilidade e instabilidade química frente às condições diversas no processamento de alimentos. A nanoencapsulação desses compostos bioativos é uma alternativa para a manutenção de suas propriedades benéficas, além da liberação controlada. A incorporação de nanopartículas carregadas de óleos essenciais em matrizes biopoliméricas, ou seja, materiais biodegradáveis provenientes de fontes renováveis, pode influenciar o setor de embalagens de alimentos. Além de melhorar as características do material, pode promover também uma funcionalidade adicional, como antimicrobiana e antioxidante, para o desenvolvimento de embalagens ativas. Neste projeto, propomos desenvolver nanocompósitos a partir de biopolímeros com a inclusão de nanopartículas de fontes naturais contendo diferentes óleos essenciais para aplicação e embalagens ativas, biodegradáveis e sustentáveis. Pesquisas anteriores realizadas pelo nosso grupo mostraram resultados promissores no âmbito de nanocompósitos e embalagens ativas para alimentos. No entanto, o principal desafio é o desenvolvimento de novos materiais que possam substituir os materiais derivados do petróleo. É preciso que suas características de propriedades mecânicas, resistência, molhabilidade e durabilidade sejam próximas aos plásticos tradicionalmente utilizados pela indústria de alimentos. Além disso, é necessário que os óleos essenciais sejam capazes de substituir os conservadores sintéticos, apresentando propriedades antimicrobianas e atividade antioxidante semelhantes a esses.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Munari Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos funcionais de patógenos fúngicos causadores de doença em citros
  • Citros é uma das culturas mais importantes do mundo. O Brasil se destaca como o maior produtor, respondendo por mais de 60% da produção mundial de suco de laranja. Apesar de ter como principal espécie produzida a laranja doce, as tangerinas e alguns de seus híbridos, especialmente os híbridos com laranja doce (tangores), possuem grande importância especialmente no mercado nacional de frutos in natura. Apesar dos números expressivos de produção e exportação, essa cultura sofre problemas principalmente de ordem fitossanitária devido ao grande número de pragas e doenças. Entre elas destacam-se doenças causadas por fungos como mancha preta dos citros (MPC), qual afeta quase todas as variedades de citros, e a mancha marron de alternaria (MMA), responsável por grandes prejuízos na produção das tangerinas e seus híbridos. Apesar da importância dessas doenças são escassos os estudos sobre a interação desses patógenos, Phyllosticta citricarpa e Alternaria alternata, com seus respectivos hospedeiros. Nosso grupo já iniciou estudos da interação P. citricarpa/citros e identificou as respostas tanto da planta quanto do fungo no momento da interação. Esse trabalho nos levou a fortes indícios de como a planta responde a presença desse fungo, levando a formação dos sintomas típicos da doença. Além disso, identificamos quatro efetores, quais foram caracterizados quanto à repressão da reação de hipersensibilidade. Porém, ainda muitos outros efetores identificados nesses trabalhos faltam ser caracterizados. Além disso, para o patossistema MMA ainda não existe esse tipo de estudo. Portanto, baseados nos genes já encontrados através dos trabalhos de expressão gênica (P. citricarpa/laranja doce), além dos dados de Dual RNA-seq de tangor Murcott/ A. alternatia que serão gerados nesse trabalho, nossa proposta é continuar os estudos funcionais desses fungos através da técnica de RNA interferente, a qual vem sendo uma relevante ferramenta para análises de função gênica e controle de patógenos. Os genes alvos serão silenciados, seguido da avaliação fenotípica desses mutantes. Assim, sugerirão regiões genômicas com potencial uso como alvos para o controle de P. citricarpa e A. alternata. O desafio principal da fitopatologia atualmente está no entendimento dos mecanismos na interação do patógeno com seus hospedeiros durante o processo infeccioso. Como já dito, os patógenos são capazes de secretar inúmeras moléculas efetoras durante o processo infeccioso. A manipulação das defesas do hospedeiro depende da secreção regulada e da cooperação de uma complexa mistura de proteínas efetoras. Tanto para P. citricarpa quanto para A. alternata a identificação e o entendimento de como essas moléculas efetoras agem no processo de infecção de laranja doce e tangor Murcott, respectivamente, são de extrema importância para o melhoramento genético visando o controle das doenças por esses fungos causadas.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Nicoletti Ferreira

Ciências da Saúde

Nutrição
  • influência do isolamento social decorrente da pandemia do covid-19 nas escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais
  • Acredita-se que o período de quarentena e isolamento social decorrente da pandemia do COVID-19 altere as escolhas alimentares e consumo de alimentos de mulheres com diferentes estados nutricionais. As mudanças das escolhas alimentares se realizadas de forma negativa, ou seja, com redução do consumo de alimentos in natura (devido ao acesso reduzido a supermercados, hortifrútis e varejões ou pelo maior custo) e aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados (pela maior durabilidade e poder de estocagem desses) pode acarretar no ganho excessivo de peso e desenvolvimento, em curto e longo prazo, de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemias e câncer. É neste cenário, portanto, que a presente proposta se situa. Considerando o Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das DCNT, que visa preparar o Brasil para enfrentar e deter estas doenças, é imprescindível o conhecimento de como pandemias, principalmente aquelas que exigem isolamento social, afetam os hábitos e escolhas alimentares da população para que estratégias adequadas sejam implementadas frente a essas situações, preparando e melhorando o processo de cuidado e atenção à saúde. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral avaliar influência da quarentena e isolamento social por COVID-19 sobre os determinantes das escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais. Para tal serão elegíveis para o presente estudo indivíduos do sexo feminino com idade igual ou superior a 19 anos. As voluntárias serão recrutadas por divulgação online em redes sociais (Facebook, Whatsapp e Instagram) em todo o território nacional e serão convidadas a preencherem, de modo online, questionários autoaplicáveis. Por meio desses questionários serão coletados dados pessoais, socioeconômicos, demográficos, antropométricos e referentes aos hábitos e consumo alimentar. Em relação aos indicadores alimentares, será aplicado um questionário com perguntas referentes a práticas culinárias, frequência de compras em mercado, varejos e de uso de serviços de entrega de refeições (delivery) (antes da quarentena e durante a quarentena). Ainda, será pedido às voluntárias o preenchimento de um diário alimentar do dia anterior. Os dados serão tabulados, com o auxílio do programa Dietbox (versão online). As preparações alimentares serão desmembradas em alimentos e ingredientes, os quais serão avaliados perante o grau de processamento – Classificação NOVA (in natura ou minimamente processados, processados ou ultraprocessados ou ingredientes culinários processados). Para análise estatística dos dados as voluntárias serão divididas em dois grupos de acordo com seu estado nutricional classificado pelo índice de massa corporal (IMC): 1) eutrófica e 2) com sobrepeso ou obesidade. Serão utilizados teste t para amostras independentes ou teste de Mann-Whitney, teste de Fisher ou qui-quadrado, além de modelos de regressão linear e logística (p < 0,05).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Caroline Angulski da Luz

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de cimentos especiais: identificação de matérias- primas alternativas com vistas à sua durabilidade
  • O Grupo de Pesquisa em Materiais e Estruturas (GPME), coordenado pela proponente, foi criado em 2007, juntamente como o início do curso de Engenharia Civil, na UTFPR, campus Pato Branco/PR. Ao longo destes mais de dez anos, o GMPE tem se mostrado fundamental na iniciação e consolidação da pesquisa no âmbito do Departamento de Engenharia Civil, tendo sido responsável pelos primeiros alunos de iniciação científica no curso e ter contribuído para a aprovação do mestrado, também em Engenharia Civil (PPGEC) em 2013, o qual teve início em meados de 2014. Desde a sua criação, o GPME tem atuado no desenvolvimento de cimentos alternativos ao cimento Portland com vistas, principalmente, à identificação e à valorização de subprodutos como matéria prima na produção de aglomerantes, tendo publicado artigos em eventos e periódicos importantes decorrentes das pesquisas a respeito de cimentos especiais. Assim, o atual projeto pretende dar continuidade às pesquisas do GPME, que nos últimos anos avançaram na identificação e adequabilidade de subprodutos como potencial matéria prima de cimentos alternativos. Nesse estágio, o presente projeto também visa contribuir no estudo de durabilidade de cimentos especiais, em especial os cimentos supersulfatados (CSS) e álcali ativados (CAT), através de parcerias com as universidades UFPR e a University of Toronto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline de Oliveira Alves

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • as intervenções do terapeuta ocupacional junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por covid-19
  • A Terapia Ocupacional ocupa importante papel no contexto hospitalar, os objetivos da Terapia Ocupacional no Contexto Hospitalar que estão voltados para: avaliação do sujeito de modo biopsicossocial, elaboração de plano de tratamento conforme as necessidades específicas da pessoa; promoção de experiências saudáveis e espaço de saúde, orientações à pessoa e familiares; ações que visem o alívio da dor e do sofrimento para além das técnicas farmacológicas; prevenção de limitações, manutenção da capacidade funcional da pessoa; e, finalmente, a atenção quanto ao enfrentamento do processo de morte. A COVID-19 é semelhante ao de outras viroses respiratórias, e em casos mais graves (5%) pode acarretar dispneia, sangramento pulmonar, linfopenia grave e insuficiência renal. (Strabelli; UIP; 2020). Nos casos mais graves é necessário internação, dependendo da evolução há necessidade de tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva. Diversos terapeutas ocupacionais vêm atuando no contexto hospitalar principalmente com pacientem em tratamento da COVID-19, e até então não temos registros dessas atuações. Esse projeto tem como objetivo mapear essas intervenções que tem sido realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, promovendo o desenvolvimento científico, a divulgação de estratégias utilizadas, incluindo o desenvolvimento tecnológico e de inovação. Descrever as intervenções realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19. Será uma pesquisa de abordagem metodológica qualitativa. O método para coleta de dados será “estratégia bola de neve”, que é uma forma de amostra não probabilística que utiliza cadeias de referência. É uma estratégia útil para pesquisar grupos difíceis de serem acessados ou estudados, também quando não há precisão sobre sua quantidade (Vinuto, 2014). Será feito contato com os Conselhos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) e com a ATOHosp., buscando a indicação de Terapeutas ocupacionais que atuaram ou que estão atuando junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, a partir dessas indicações entraremos em contato convidando participar da pesquisa, e também a partir desses contatos buscaremos outras indicações de terapeutas ocupacionais. O instrumento de pesquisa será uma entrevista estruturada no formato on-line. Os resultados e contribuições científicas esperados são a divulgação e disseminação de práticas de intervenções terapêuticas ocupacionais no tratamento de pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, bem como divulgação para a aplicabilidade no SUS.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Caroline Fernandes dos Santos Bottino

Ciências Humanas

Educação
  • consciência na ciência: universidade e escola caminhando juntas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Caroline Furtado Junqueira

Ciências Biológicas

Imunologia
  • antígenos apresentados via hla de classe i por reticulócitos infectados com plasmodium vivax como alvos para vacina contra a malária
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Opolski Medeiros

Ciências da Saúde

Nutrição
  • preparações ofertadas a trabalhadores atendidos pelo programa de alimentação do trabalhador (pat)
  • O consumo de alimentos ultraprocessados tem sido observado nos últimos aos, assim como, a redução no consumo de alimentos in natura e minimamente processados. Paralelamente, observa-se uma aumento na incidência das doenças crônica não transmissíveis. Diante disto, tem-se uma preocupação com a saúde da população, com destaque a saúde do trabalhados que realizam muitas vezes suas refeições na Unidade de Alimentação e Nutrição da empresa, principalmente quando esta é cadastrada no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT). A partir disto, e considerando que as escolhas dos comensais depende da oferta dos alimentos, o objetivo deste trabalho é avaliar a qualidade das preparações ofertadas à trabalhadores atendidos pelo Programa de Alimentação do Trabalhador, considerando a extensão e o propósito do processamento industrial dos produtos alimentícios. O estudo proposto é uma pesquisa em desenvolvimento, de caráter descritiva, e de múltiplos casos, que será realizada em duas UANs institucional que atende empresas credenciadas ao PAT, sendo uma na modalidade autogestão e outra na modalidade gestão terceirizada. Inicialmente será realizada a caracterização da empresa, a avaliação das habilidades culinárias dos manipuladores e o acompanhamento e análise do processo produtivo das refeições. A partir dos dados coletadas na primeira fase será aplicada a classificação NOVA para analisar o consumo per capita dos produtos alimentícios ofertados nas unidades. Posteriormente, será proposta uma forma de aplicação da classificação NOVA na análise das preparações ofertadas aos comensais, a partir da realização de uma Oficina de Consenso e considerando o formato comitê tradicional. Por fim, esta proposta será aplicado também na análise das escolhas dos comensais das unidades. Para isso um registro fotográfico do prato dos trabalhadores será realizado logo após eles se servirem no bufê. As escolhas dos comensais também será analisado, considerando a sua diversidade alimentar. Os resultados desta pesquisa resultarão em uma proposta, à ser utilizada por nutricionistas, para avaliar a qualidade das preparações culinárias ofertadas em UANs, considerando a extensão e o propósito do processamento industrial dos itens alimentícios utilizados nas receitas, além de possibilitar o conhecimento do panorama dos tipos de produtos que estão sendo utilizados nestas UANs.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 24/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Caroline Silveira Bauer

Ciências Humanas

História
  • presenças da ditadura e esperanças na constituição nas demandas da população encaminhadas à assembleia nacional constituinte através do projeto “diga gente” (1986-1987)
  • Nos anos de 1986 e 1987, paralelamente aos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, através de uma iniciativa de servidores do Senado Federal para a participação da população na elaboração do texto constitucional, desenvolveu-se o projeto “Diga Gente”, que possibilitava o envio de sugestões aos constituintes para elaboração do texto constitucional. Este projeto de pesquisa propõe uma análise em relação às presenças da ditadura e às esperanças na Constituição a partir das demandas relativas ao período ditatorial enviadas pelos cidadãos no âmbito do “Diga Gente”. Pretende-se, desta forma, problematizar o confronto entre memórias e narrativas sobre aqueles anos na conjuntura de transição política, partindo-se do pressuposto que esse conflito simbólico explicita divergências entre temporalidades e culturas históricas. Existiam, naquele momento, concepções diferentes de passado e expectativas distintas de futuro, bem como motivações diversas para o silenciamento ou para a transmissão da experiência do terrorismo promovido pelo Estado durante o período ditatorial, que ficaram registradas nos formulários do “Diga Gente”.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Turchetto

Ciências Biológicas

Botânica
  • revelando processos de diversificação e evolução de espécies de nicotiana l. (solanaceae) em diferentes ambientes na região sul da américa do sul
  • Identificação e delimitação de espécies constituem um tópico importante na sistemática e biologia evolutiva. Identificar corretamente as espécies é especialmente importante na América do Sul, onde os padrões e processos responsáveis por gerar e manter a diversidade de espécies ainda são pobremente compreendidos. O processo pelo qual as espécies se originam, bem como o estágio de especiação, pode dificultar a identificação das espécies. Neste contexto, abordagens multidisciplinares são cruciais para compreender a integridade de espécies. Assim, morfometria, ecologia e marcadores moleculares podem ser combinados para investigar os mecanismos envolvidos na origem das espécies na América do Sul. As áreas de Campos no Sul do Brasil pertencem aos biomas Mata Atlântica e Pampa. O Pampa é uma região geomorfológica complexa que está entre os campos mais ricos em espécies do mundo e, apesar de abrigarem enorme biodiversidade, são pobremente conhecidas e, consequentemente, negligenciadas. O gênero Nicotiana L. seção Alatae é composto por oito espécies distribuídas nos Campos do Sul da América do Sul e os processos envolvidos na diversificação deste clado ainda não são compreendidos. N. forgetiana e N. mutabilis são restritas aos Campos do Planalto Sul brasileiro, nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e são visitadas por beija-flor. Nicotiana alata e N. bonariensis são amplamente distribuídas ao Sul do Brasil, nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná, até o Uruguai, nordeste da Argentina e no leste do Paraguai, ocupando diferentes habitats, sobrepondo suas distribuições com espécies endêmicas. N. mutabilis é morfologicamente similar a N. forgetiana, entretanto apresenta uma característica única dentro do gênero: flores brancas a rosa no mesmo indivíduo, associadas com a idade da flor. Trabalhos de biologia floral tem sugerido uma possível nova espécie, uma variedade de flores vermelhas, relacionadas à N. forgetiana, porém com flores menores. Assim, o objetivo deste projeto é investigar quais os mecanismos evolutivos envolvidos na especiação da seção Nicotiana sect. Alatae, na região Sul da América do Sul. Para isso será utilizada uma abordagem integrativa que inclui análises morfológicas, ecológicas e genéticas, visando ampliar o conhecimento dos processos que direcionaram a diversidade vegetal dos campos e, assim, contribuir para a conservação sua biodiversidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carsten Wrenger

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dissecção do metabolismo do ácido lipoico como target druggable na malária
  • O parasita causador da malária Plasmodium falciparum possui organelas tais como mitocôndrias e o compartimento tipo cloroplasto denominado apicoplasto, o qual está ausente no hospedeiro humano. A interferência em vias metabólicas presentes em tal compartimento tem provado ser letal ao parasita. Este projeto de pesquisa em nível de doutorado concentra-se na identificação de compostos antimaláricos tendo como alvo o metabolismo do ácido lipoico em Plasmodium, utilizando-se duas diferentes abordagens: a via de novo do ácido lipoico será estudada com substratos suicidas que mimetizam substratos naturais, resultando, desse modo, na geração de cofatores não funcionais que envenenam todas as enzimas dependentes do cofator. Uma segunda abordagem tem a intenção de identificar inibidores de enzima tendo como alvo enzimas da biossíntese do ácido lipoico. Os resultados não apenas podem validar enzimas da biossíntese do ácido lipoico e da via de novo como alvos atrativos para novas abordagens terapêuticas, mas também fornecer moléculas bioativas para o desenvolvimento de fármacos. A descoberta de fármacos que interferem no metabolismo do ácido lipoico na malária mostra um novo alvo para fármacos e que está restrito ao parasita.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássia Barreto Brandão

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estoques de carbono orgânico e emissões de co2 do solo em ecossistemas de mata atlântica
  • A participação dos sumidouros de CO2; como os oceanos e a fotossíntese de plantas terrestres contribuem para reter grandes quantidades de carbono.Porém no que se refere às florestas tropicais, ainda não há um consenso sobre a participação ativa desses ecossistemas no estoque de carbono do ar, uma vez que o CO2; retorna a atmosfera através da respiração do solo. Neste sentido, os fluxos de CO2 atmosféricos à superfície sobre ecossistemas têm se tornado um objeto de relevante interesse científico. A importância do carbono e de seus compostos é indiscutível, pois este é o constituinte básico de toda a matéria viva, e é fundamental na respiração, na fotossíntese e na regulação do clima. As florestas tropicais ocupam 1,8 bilhão de hectares, sendo que os estoques de carbono nas florestas tropicais correspondem em média a 120tC/hectare na vegetação e 123tC/hectare no solo de até um metro de profundidade. Os solos de até um metro de profundidade, por exemplo, são capazes de conter até 1.500GtC (Gigatonelada de carbono). Assim sendo, este projeto visa avaliar os estoques de carbono em ecossistemas de Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, além de realizar estimativas do carbono presente na biomassa microbiana do solo e dos efluxos de CO2 no sistema solo- atmosfera, sendo utilizado para os devidos fins, metodologias inovadoras como o método de câmara fechada com sensor infravermelho para as medições de CO2 e o método de irradiação-extração para estimativas do carbono microbiano. Assim sendo, compreender as interações que são responsáveis pelo efluxo de CO2 e pelos estoques de carbono são de suma importância nas temáticas atuais sobre questões climáticas e sobre as interações entre solo, planta e atmosfera. Cada bioma tem a capacidade de armazenar carbono, seja na forma de biomassa aérea, matéria orgânica morta, biomassa do solo (raízes) e carbono do solo, e neste contexto, as florestas tropicais são em geral os biomas com a maior capacidade de estocagem devido a sua maior densidade de biomassa. Neste contexto o bioma Mata Atlântica se constitui como áreas prioritárias para o desenvolvimento de pesquisas e para o estabelecimento de indicadores ambientais e para a compreensão das interações entre solo-planta-atmosfera.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiana Carolina Montagner

Outra

Ciências Ambientais
  • microplásticos como vetores de transporte de contaminantes orgânicos emergentes em matrizes aquática
  • A poluição do meio ambiente por plásticos é reconhecida como um dos fatores antropogênicos mais proeminentes que afetam a biodiversidade e a qualidade ambiental a nível global. Os avanços na compreensão da extensão da poluição por plásticos e dos efeitos sobre os organismos progrediram rapidamente e tem sido focado em ambientes marinhos; no entanto, estudos recentes estão surgindo e demonstram que os ecossistemas de água doce podem ser amplamente poluídos pelos plásticos e os efeitos nesses ecossistemas são desconhecidos. Esse projeto propõe investigar o destino ambiental, as propriedades físico-químicas e a exposição de organismos a microplásticos em vários ecossistemas impactados de regiões metropolitanas do Estado de São Paulo. O objetivo principal é estabelecer uma linha de base da extensão e características da poluição por microplásticos; e, especificamente, identificar os aportes locais (populações humanas e efluentes de águas residuais) de microplásticos, bem como, os contaminantes emergentes associados (ou seja, sorvidos) aos microplásticos para avaliar os níveis de exposição que os organismos de água doce podem estar expostos tendo os microplásticos como vetores de transporte. Bacias hidrográficas localizadas em regiões urbanizadas serão usadas como modelo para um estudo espaço-temporal da ocorrência e destino dos microplásticos a fim de se conhecer a variação sazonal associada às mudanças nos níveis dos rios durante as estações chuvosa e seca. As investigações propostas são baseadas nos programas de pesquisa existentes da pesquisadora nas áreas de química analítica ambiental.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022