Relatório de pesquisa

Com o objetivo de atender ao princípio da transparência do uso dos recursos públicos pelo Governo Federal, o CNPq disponibiliza os relatórios de pesquisa apoiados com recursos financeiros por meio de suas chamadas públicas.

Trata-se, por um lado, de uma prestação de contas à sociedade dos recursos envolvidos no desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação e, por outro, da divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelos cientistas apoiados pelo CNPq.

Os resumos disponibilizados neste espaço foram redigidos pelos pesquisadores, por solicitação do CNPq, em uma linguagem cidadã, ou seja, em linguagem que possa ser entendida por aqueles que não são cientistas.

O texto contido nos resumos dos projetos é de inteira responsabilidade do pesquisador e envolve um esforço de popularizar a ciência para o público leigo.

A busca poderá ser realizada de várias formas e fica a critério do interessado utilizar palavra-chave, área do conhecimento, por título da pesquisa, por área do conhecimento, Unidade da Federação, nome do pesquisador, entre outras.

  • II Escola Iberoamericana em Mudanças Globais

    Coordenador: Alex Enrich Prast
    Currículo
    Área:Ecologia de Ecossistemas

    Período de 18/12/2013 a 17/12/2014

    O Simpósio de Mudanças Globais e a II Escola Iberoamericana de Mudanças Globais, realizados nas cidades do Rio de Janeiro e Armação de Búzios respectivamente, serviram para divulgar e atualizar as discussões de alunos e profissionais relacionados as Mudanças Climáticas sobre a importância e as interações dos processos de retroalimentação sobre este fenômeno. Os processos de retroalimentação são importantes pois eles podem reduzir ou ampliar os efeitos causados pelas atividades antrópicas sobre o clima e desta forma antecipar ou intensificar conseqüências que talvez só fossem observadas dentro de décadas. Por isso, a identificação dos processos de retroalimentação e o conhecimento de como eles interagem entre si e com as mudanças globais são assuntos que devem ser abordados pela comunidade científica e serem tratados com a devida importância do que eles representam.

    retroalimentação iberoamérica oceanos continentes mudanças globais
  • Desenvolvimento de um Imunosensor Piezelétrico para Leshmania infantum explorando interfaces multivalentes

    Coordenador: Flavio Santos Damos
    Currículo
    Área:Eletroanalítica

    Período de 06/01/2012 a 05/01/2015

    A Leishmaniose ameaça cerca de 350 milhões de homens, mulheres e crianças em 88 países ao redor do mundo. Acredita-se que 12 milhões de pessoas estão atualmente infectadas, com cerca de 1-2 milhões de novos casos que ocorrem todos os anos. Existem diversas manifestações clínicas da doença, que diferem de acordo com as espécies de Leishmania e a resposta imune do hospedeiro. Estas manifestações são a cutânea, mucocutânea, difusa e doenças viscerais. A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença transmitida por vetores e é causada pela replicação do parasito em macrófagos. A LV é a forma mais grave da leishmaniose, o protozoário parasita migra para os órgãos viscerais: fígado, baço e medula óssea e é fatal quando não tratada, causando uma mortalidade global anual estimada de 60 000 e um número estimado de 350 milhões de pessoas em risco de infecção. Consequentemente, LV tem despertado a preocupação das autoridades de saúde, devido à sua ocorrência em grandes centros urbanos ou a sua re-emergência em muitas cidades ao redor do mundo . O diagnóstico precoce para LV é extremamente importante, porém os aspectos clínicos para tal são um desafio, devido aos sinais clínicos e sintomas inespecíficos e à elevada percentagem de casos assintomáticos em humanos e cães (Teixeira-Neto et al, 2010). Os cães são os principais reservatórios de parasitas de Leishmania, eles são alvos importantes para o controle da transmissão do parasita em países, onde a LV é uma zoonose, como exemplo, no Brasil. Assim, o desenvolvimento de testes diagnósticos precisos, bem como para vacinas caninas mais eficazes é altamente desejável para controlar a transmissão e disseminação da doença. Neste sentido, o presente projeto explorou com eficiência o desenvolvimento de um imunossensor para a detecção de anticorpos anti-Leishmania em amostras de soro canino.

    Imunosensor Piezelétrico Leshmania infantum microbalança de Cristal de Quartzo
  • Coordenador: Alipio De Sousa Filho
    Currículo
    Área:Outras Sociologias Específicas

    Período de 26/08/2014 a 25/11/2014

    Conquanto não exista coincidência de pontos de vista a nível teórico e político, nem consenso em relação aos dados disponibilizados pelas mais diversas instâncias internacionais e organizações, o tráfico de seres humanos, nomeadamente de mulheres para fins de exploração sexual, constitui um dos problemas sociais mais candentes dos nossos dias.Porém, são ainda mal conhecidos os mecanismos de ajuda à emigração ilegal e, sobretudo, o papel neles desempenhados pelas redes de tráfico para fins de exploração sexual. Trata-se de uma zona escura no domínio sociológico que importa conhecer e compreender, não apenas do ponto de vista científico mas também político. Conectando-se com outros fenômenos sociais como a prostituição e as migrações, o tráfico de seres humanos ocupa um lugar relevante na agenda política e social dos governos, dos partidos políticos, das organizações sindicais e da sociedade civil, merecendo um crescente interesse da parte da comunicação social. Ora, parece manifesto que as ciências sociais, em especial a sociologia, ainda não deram o devido relevo ao estudo desta questão, pelo que existe um conhecimento sociológico insuficiente, com manifesto prejuízo para a constituição de opinião ponderada por parte dos cidadãos e mesmo para a definição de políticas adequadas ao combate a este flagelo social. A legislação e o controlo mais apertados nos países centrais quanto à entrada e permanência de emigrantes são cruciais para se compreender o papel cada vez mais importante desempenhado pelas redes de tráfico de pessoas.

    emigração Nordeste brasileiro Europa Prostituição tráfico de pessoas para exploração sexual mulheres pobres
  • DIPTERA DOS ESTADOS DO MATO GROSSO, MATO GROSSO DO SUL E RONDÔNIA: DIVERSIDADE, SISTEMÁTICA E LIMITES DISTRIBUCIONAIS

    Coordenador: Carlos José Einicker Lamas
    Currículo
    Área:Taxonomia dos Grupos Recentes

    Período de 28/12/2010 a 27/12/2014

    Moscas e mosquitos constituem a ordem Diptera, com mais de 120.000 espécies. São encontrados em todo o mundo e têm enorme impacto na vida humana. Alguns grupos, por exemplo, transmitem doenças como malária, febre amarela e Leishmaniose. Esses insetos apresentam grande variedade de estratégias de alimentação, podendo ser hematófagos, predadores, galhadores, minadores de folhas, polinizadores, parasitóides, saprófagos e brocadores de madeira. Os Diptera têm um ciclo de vida holometábolo. Suas larvas e adultos têm anatomia, comportamento, exigências e estratégias ecológicas distintas, como seu tipo de alimentação e habitat.O projeto SISBIOTA-DIPTERA foi elaborado para estudar os dípteros do Brasil Central, nos Estados de Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Estes contêm quatro biomas importantes da América do Sul: Floresta Amazônica, Cerrado, Pantanal e Chaco. Além da relevância ecológica, tais áreas carecem de levantamentos entomológicos satisfatórios, além de estarem sendo destruídas pelo exponencial aumento das fronteiras agrícolas e de áreas destinadas a pecuária.O projeto abrange aspectos taxonômicos, filogenéticos e biogeográficos. Envolve 24 pesquisadores de 15 diferentes instituições brasileiras, 36 alunos de pós-graduação e graduação, além de 10 técnicos. Até o momento, foram analisadas cerca de 300.000 espécimes, coletados de forma padronizada ao longo das áreas amostradas. Nossos resultados parciais indicam a presença de 56 diferentes famílias ocorrendo nos três estados estudados, além da identificação de 246 espécies novas, ou seja, que ainda não eram conhecidas pela ciência e 421 novos registros de espécies que, até então, não se sabia da ocorrência nas áreas estudadas. Esses resultados parciais foram, e ainda estão sendo, divulgados em 67 artigos científicos (entre publicados, no prelo e em preparação). Mais informações em: http://facebook.com/sisbiotadiptera; http://twitter.com/sisbiotadiptera; e http://sisbiotadiptera.blogspot.com.

    Diversidade Diptera Pantanal Amazônia Taxonomia Cerrado
  • Rede Nacional de Pesquisa em Vacinas Veterinárias

    Coordenador: Sergio Costa Oliveira
    Currículo
    Área:Imunologia Aplicada

    Período de 16/12/2010 a 15/12/2014

    A pesquisa em torno do desenvolvimento de vacinas é uma área de intensa atividade. Infelizmente, a despeito de todos os investimentos, o retorno desta pesquisa, em termos da produção de novos produtos comerciais, ainda é limitado. Este é um problema que se torna maior, uma vez que muitas das doenças infecciosas que afetam aos animais domésticos, e que causam grandes perdas econômicas para o país, são em grande parte negligenciadas pelas indústrias farmacêuticas. A situação brasileira no controle de doenças infecciosas animais ainda precisa ser melhorada para atingir os padrões internacionais, o que põe em risco a saúde do consumidor e as exportações. Como não bastasse, por causa da abertura econômica, nos tornamos mais vulneráveis no momento que importamos animais e seusprodutos sem que exista um eficiente controle da sanidade na porta de entrada do país, o que deixa os nossos rebanhos susceptíveis à diferentes enfermidades. Portanto o projeto desenvolvido, alcançou os seus objetivos oferençendo novas alternativas vacinais contra a Brucelose Bovina, Brucelose Ovina, a Linfadenite Caseosa dos Caprinos e Ovinos e a Leptospirose. Também formamos recursos humanos qualificados, desta forma, promovendo avanços científicos e tecnológicos em sanidade animal, área estrategicamente importante para o desenvolvimento do nosso país.

    linfócitos T doenças bacterianas citocinas Vacinas veterinárias macróagos
  • Formação de taxonomistas em Micologia Médica

    Coordenador: José Júlio Costa Sidrim
    Currículo
    Área:Micologia

    Período de 24/12/2010 a 23/12/2014

    Coleções de culturas de microrganismos são centros de conservação de recursos genéticos ex situ, que têm como função principal a aquisição, caracterização, manutenção e distribuição de microrganismos e células autenticadas, atuando também como provedores de serviços especializados e centros de formação de profissionais. Tais coleções representam um inestimável patrimônio para as investigações microbiológicas, garantindo a manutenção das características originais dos microrganismos estocados. No Brasil, o tema é considerado prioritário pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, uma vez que o nosso país abriga cerca de 20% da biodiversidade do planeta, mas detém apenas 1% do acervo biológico científico do mundo.O processo de preservação de cepas fúngicas deve abonar a viabilidade do microrganismo, garantindo sua reprodução, propriedades bioquímicas e estabilidade genética..Importantes coleções de culturas microbianas, como United Kingdom National Culture Collection (UKNCC) e American Type Culture Collection (ATCC), têm se destacado pelo relevante papel na conservação in vitro de várias espécies de microrganismos. Entretanto, vale ressaltar que em geral essas coleções estrangeiras não dão ênfase aos microrganismos das regiões tropicais e subtropicais, assim como, não disponibilizam gratuitamente as cepas.Neste contexto, a dinamização da micoteca do Centro Especializado em Micologia Médica ? CEMM do nosso grupo de pesquisa, tem tido um papel importante no treinamento de profissionais e no processo de conhecimento da biodiversidade dos fungos micromicetos do nosso país.A Taxonomia é uma ciência fundamental para a validação de todos os estudos envolvendo sistemas biológicos e representa grande importância na prospecção de microrganismos com potencial biotecnológico e na conservação da biodiversidade. Estudos taxonômicos centrados em uma abordagem filogenética representam passos adicionais ao entendimento das relações evolutivas entre os seres vivo bem como em Micologia

  • Formação de Professores de Física em um Contexto de Inovação Curricular

    Coordenador: Marcelo Alves Barros
    Currículo
    Área:Ensino-Aprendizagem

    Período de 11/12/2012 a 10/12/2014

    Os resultados alcançados neste projeto foram divulgados no portal da Agência Multimídia de Difusão Científica e Educacional (http://www.cienciaweb.com.br/tv/play.php?vid=752#middle), vinculada ao Instituto de Estudos Avançados - IEA da USP de São Carlos, e no Canal 20 da TV NET São Carlos, vinculado ao Instituto de Física da USP de São Carlos, com o intuito de possibilitar a ampla divulgação dos resultados alcançados, de tal modo que poderão servir de referência na formação inicial e continuada de professores de Física. Também divulgamos no canal do youtube (https://www.youtube.com/watch?v=wlX6jml_gMc) uma palestra sobre a questão da inovação curricular no ensino de física como produto deste projeto de pesquisa, denominada: "Metodologias interativas na formação de professores de física no Brasil".

    Física Moderna e Contemporânea Saberes Docentes Inovação Curricular Relação com o Saber Profissional Formação de Professores Ensino de Física
  • Migrações e Mobilidades Contemporâneas: Trajetórias, Profissões e Estilos de Vida

    Coordenador: Carmen Silvia Rial
    Currículo
    Área:Antropologia Urbana

    Período de 06/11/2012 a 31/08/2016

    Nos últimos vinte anos, o Brasil assumiu um duplo papel na área internacional das migrações. Por um lado, a circulação de brasileiros no exterior, geralmente migrantes com um bom capital social e econômico, se tornou muito comum em várias nações europeias ou norte-americanas. Por outro lado, o país voltou a ser um destino de migrantes estrangeiros, geralmente profissionais ou empreendedores, que se estabeleceram nos grandes e médios centros urbanos brasileiros. Esses percursos muitas vezes são baseados em narrações que evidenciam uma 'necessidade econômica', fator que, nos estudos sobre as migrações, é ainda hoje pensada como a primeira causa da migração. Este projeto focou sobre as ?migrações de ricos?, ou seja, de pessoas com capital social e econômico. O objetivo é sublinhar o papel transformativo desses migrantes e atuar, no nível do imaginário, desconstruindo uma imagem de migrantes que foca na pobreza, ainda hoje hegemônica no âmbito político e social. Desde os anos 1980, o Brasil deixou de ser um país receptor de imigrantes para transformar-se em um país que cede emigrantes para o mundo, especialmente para os Estados-Unidos, Japão e Europa. A literatura que trata de emigrações já mostrou que é uma falácia se pensar que esta população emigrante é formada apenas por indivíduos pobres ou pertencentes às camadas mais baixas da população e que migram prioritariamente como estratégia para resolver problemas econômicos. Assim, com o intuito de refletir sobre os processos migratórios nacionais e internacionais de atores sociais sob uma ótica que leve em conta as intersecções de gênero, sexualidade, classe, etnia, geração nos mais diferentes contextos sócio-culturais, o projeto buscou chamar atenção para as conseqüências sociais, culturais e econômicas dessas migrações. Mais detalhes sobre o projeto podem ser acessados no vídeo: https://youtu.be/BoXd-QcjVb4 (Não foi possível upload o video pelo sistema.)

    mobilidades migrações mulheres futebolistas
  • Doses de fósforo na sustentabilidade de pastagens consorciadas

    Coordenador: Antonio Ricardo Evangelista
    Currículo
    Área:Manejo e Conservação de Pastagens

    Período de 22/12/2010 a 21/12/2014

    As pastagens brasileiras, em grande parte, tem sustentabilidade limitada pelo uso inadequado em função de adoção de numero de animais por área superior ao potencial de produção dos pastos. Soma-se a este fato a formação com adoção limitada de tecnologia, principalmente no que se refere à correção e adubação de formação de manutenção. É oportuno adotar medidas de manejo que proporcione maior eficiência e longevidade dos pastos. A adoção de leguminosas em consórcio com as gramíneas é sem dúvida uma opção de em mesmo espaço/área obter maior produção e por tempo indeterminado. Neste sentido o projeto objetivo deste auxilio avaliou em diferentes ambientes a formação e utilização de pastos consorciados de brachiaria xaraés e estilosantes mineirão com vista a obter melhor performance dos pastos. Usou-se diferentes doses de fósforo e taxas de lotação (numero de animais por área) e acompanhou a evolução do crescimento e qualidade do pasto misto de brachiária e estilosantes. Observou-se que para a implantação as doses de fósforo medianas até 100 kg e cinco, unidades animal por hectare favoreceu o estabelecimento da leguminosa. A presença física em bom percentual de leguminosa no sistema transcorreu até cerca de quatro anos, mas no entanto, o efeito residual significativo da leguminosa no pasto, vai alem disto, cerca seis anos. Conviveu-se com a falta da semente de estilosantes mineirão no mercado em função de politicas de produção e preço de sementes de forrageiras no pais. Assim, iniciou-se a avaliação de leguminosa alternativa para esta finalidade de consórcio e dentre as existentes trabalhou-se o amendoim forrageiro observando-se que este tem bom potencial de competição e participação nos consórcios, carecendo de ampliar os estudos para definição de melhor manejo. Até o momento, as perspectivas de disponibilidade de semente no mercado são boas. Concluindo, a presença de leguminosa nos pastos de gramíneas é tecnologia promissora que precisa ser mais difundida e adotada.

    leguminosa forrageira fertilidade sustentabilidade rendimento
  • IV International Conference Research on Huanglongbing

    Coordenador: Renato Beozzo Bassanezi
    Currículo
    Área:Fitopatologia

    Período de 23/01/2015 a 22/05/2015

    De 09 a 13 de fevereiro de 2015 foi realizado em Orlando, Florida - E.U.A., o 4th International Research Conference on Huanglongbing, no qual foram apresentados os últimos avanços da pesquisa internacional relacionados ao Huanglongbing dos citros, esta que é considerada uma das mais importantes e devastadoras doenças da citricultura mundial, atualmente presente em todas as regiões produtoras de citros do sudeste asiático, Península Arábica, leste e sul da África, América do Norte (EUA e México), América Central e Caribe e América do Sul (Brasil, Argentina e Paraguai). Este evento, organizado pelo United States Department of Agriculture/Agricultural Research Service (USDA/ARS) e pela University of Florida/Institute of Food and Agricultural Sciences (UF/IFAS), é realizado a cada dois anos e contou com a participação de 505 pesquisadores e citricultores de 25 países onde a doença já está presente ou não, sendo um marco para divulgação e discussão de resultados de pesquisas que visam o melhor controle desta doença. Nesta edição houve 3 palestras gerais e apresentados 213 trabalhos (96 apresentações orais e 117 painéis)em 11 sessões.

  • Mostrando 1 - 10 de 46169 resultado(s).
  • Página: 
  • Primeiro 
  • Anterior 
  • Próximo 
  • Último