Relatório de pesquisa

Com o objetivo de atender ao princípio da transparência do uso dos recursos públicos pelo Governo Federal, o CNPq disponibiliza os relatórios de pesquisa apoiados com recursos financeiros por meio de suas chamadas públicas.

Trata-se, por um lado, de uma prestação de contas à sociedade dos recursos envolvidos no desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação e, por outro, da divulgação dos resultados das pesquisas desenvolvidas pelos cientistas apoiados pelo CNPq.

Os resumos disponibilizados neste espaço foram redigidos pelos pesquisadores, por solicitação do CNPq, em uma linguagem cidadã, ou seja, em linguagem que possa ser entendida por aqueles que não são cientistas.

O texto contido nos resumos dos projetos é de inteira responsabilidade do pesquisador e envolve um esforço de popularizar a ciência para o público leigo.

A busca poderá ser realizada de várias formas e fica a critério do interessado utilizar palavra-chave, área do conhecimento, por título da pesquisa, por área do conhecimento, Unidade da Federação, nome do pesquisador, entre outras.

  • Construção de Modelos de Ouvidorias Virtuais para Hospitais Universitários

    Coordenador: Cleusa Maria Andrade Scroferneker
    Currículo
    Área:Relações Públicas e Propaganda

    Período de 30/11/2010 a 29/11/2012

    As pesquisas abordando Ouvidorias são recentes e raras, especialmente no que se refere à sua relevância como espaço de interlocução (SCROFERNEKER, 2011, 2010, 2009, 2008, 2007), como lugar de comunicação ou como ?hospitais de vínculos?, no dizer de Iasbeck (2009). Apesar dessa constatação observamos que as organizações estão recorrendo às ?ouvidorias? virtuais, que compreendem as diferentes modalidades comunicacionais identificadas geralmente pelas expressões ?Fale Conosco?, ?Ouvidoria? e ?Contato?, dentre outros, e que se fazem presentes nas homepages de sites/portais. Mais recentemente, as organizações parecem ter ?descoberto? que podem ampliar as possibilidades [ou tentativas] de interlocução com os seus diferentes públicos recorrendo às mídias sociais, que assumem a condição de ?ouvidorias? virtuais porque igualmente representam novas alternativas para as organizações, e no caso específico, por organizações hospitalares para se ?relacionarem?? virtualmente com seus diferentes segmentos de públicos. Optamos por investigar essa temática em Hospitais Universitários [inicialmente não prevista no projeto original], por entendermos tratar-se de organizações cuja complexidade revela-se em sua plenitude, no enfrentamento cotidiano para a manutenção/valorização da vida. Organizações com essas características necessitam dispor de espaços comunicacionais que efetivamente favoreçam e possibilitem a interlocução, mesmo que virtual, com os seus públicos. Implantar uma ?ouvidoria? virtual por modismo e/ou por uma exigência ?legal? pode se revelar um equívoco. Cabe destacar que simultaneamente, à realização da pesquisa, foi desenvolvido um Banco de Dados para a implantação de um Modelo de Ouvidoria Virtual para o Hospital da Universidade, e que se encontra em fase de testes.

    Comunicação Organizacional Ouvidorias Virtuais Hospitais Universitários Novas Tecnologias Ouvidorias Universitárias
  • V Semana de Ciência e Tecnologia da UNESC

    Coordenador: Adriano Michael Bernardin
    Currículo
    Área:Análise Nutricional de População

    Período de 12/12/2013 a 11/12/2015

    A V Semana de Ciência de Tecnologia da UNESC objetivou apresentar o resultado das pesquisas científicas e tecnológicas e atividades de ensino e extensão fomentadas pelas políticas institucionais da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC. O público alvo foi a comunidade acadêmica, estudantes, professores e funcionários da UNESC e demais instituições do estado de Santa Catarina, além de professores e estudantes do ensino médio da região sul catarinense, empreendedores e comunidade em geral. A V SCT teve como tema "Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social", e foi realizada de 20 a 24 de outubro de 2014, abrangendo as diversas áreas do conhecimento, sendo uma atividade relacionada à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do ano de 2014, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

    Pesquisa Tecnologia Divulgação Científica Responsabilidade Social
  • V INTERNATIONAL WORKSHOP ON MICROPOLLUTANTS IN THE ENVIRONMENT

    Coordenador: Joao Paulo Machado Torres
    Currículo
    Área:Ecologia Aplicada

    Período de 22/06/2013 a 21/06/2014

    A poluição, o homem e a saúde do planeta, esse é o tema do 5o. workshop do IBCCF/UFRJAté que ponto estamos preparados para entender os riscos que as substâncias químicas tóxicas e persistentes?Traduzir a pesquisa de ponta feita pelos cientistas convidados, significa fazer do nosso meio ambiente, um ambiente inteiro!

    DDT Convenção de Estocolmo Contaminação Ambiental Poluentes Organicos Persistentes Dioxinas
  • Desenvolvimento de soluções em segurança cibernética para controle metrológico de medidores de energia elétrica em Smart Grids

    Coordenador: Cleber Magalhães Gomes
    Currículo
    Área:Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica

    Período de 29/10/2012 a 28/10/2015

    Desenvolvemos tecnologia nacional capaz de tornar os microprocessadores e o software usados em setores críticos para a indústria, mais seguros contra ataques de agentes maliciosos, vírus etc. A tecnologia desenvolvida é capaz de separar e proteger as áreas de memória que são mais importantes para o correto funcionamento de sistemas embarcados, como, por exemplo, smartphones, medidores de consumo de energia, e automóveis. A necessidade dessa separação de memória pode ser entendida pela seguinte analogia: imagine que sua casa esteja infestada por mosquitos e você queira dormir num determinado quarto. Então você fecha o quarto e aplica inseticida (um antivírus p.ex.). No entanto, se após aplicar inseticida abrir novamente o quarto, permitindo livre acesso a ele, em breve os mosquitos terão retornado e o uso do inseticida terá sido em vão. A importância de nossa tecnologia pode também ser vista em aplicações mais interessantes de sistemas embarcados atuais e futuros. Existem atualmente propostas de sistemas de pagamento móvel, em que smartphones se tornam análogos ao cartão de crédito ou débito. Nesses sistemas, um aplicativo responsável por gerenciar as transações financeiras, deverá rodar num smartphone comum. Obviamente, tal aplicativo é crítico sob o ponto de vista de segurança e deverá ser carregado de modo confiável, além de separado e protegido do resto do sistema embarcado no celular. Se o smartphone utilizar um microprocessador como o que desenvolvemos, e que desempenhe as funcionalidades de carregamento confiável baseado em nossa tecnologia, ele só permitirá o carregamento do aplicativo de pagamento móvel, numa área protegida da memória, após verificar sua autenticidade através de um certificado expedido pelo próprio desenvolvedor. Então, uma vez carregado na área protegida de memória, mudanças no aplicativo não serão mais permitidas pela nossa tecnologia, a não ser no caso em que a autenticidade de novas versões possa ser verificada.

  • MOSTRA CIENTÍFICA DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE MARACANAÚ

    Coordenador: Maria Luzivany Euzébio Freire
    Currículo
    Área:Ciências Ambientais

    Período de 12/02/2015 a 28/02/2017

    A VI MOSTRA CIENTÍFICA DAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE MARACANAÚ, teve como tema: "BIODIVERSIDADE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO SEMIÁRIDO", dando ênfase também ao Ano Internacional da Luz durante cerimônia de abertura. Foram 32 (trinta e duas) escolas participantes, totalizando 101 (cento e um) projetos apresentados, abrangendo 4 (quatro) categorias, sendo: categoria I (Educação Infantil e 1º ano), com 3 (três) projetos; categoria II (2º a 5º ano), com 10 (dez) projetos; categoria III (6º a 9º ano), com 80 (oitenta) projetos; e categoria IV (Educação de Jovens, Adultos e Idosos), com 8 (oito) projetos. Contou-se com 372 (trezentos e setenta e dois) estudantes autores de projetos, 122 (cento e vinte e dois) orientadores e coorientadores, apresentando trabalhos em todas as disciplinas, e aproximadamente 1250 visitantes. A sala interativa deste ano teve como tema o semiárido, onde os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o tema através de imagens, cenário e conversas informativas. Já com o apoio do MCTI/CNPQ/SECIS/MEC/ CAPES, a VI MOSTRA foi realizada com melhor infraestrutura no que se refere material de divulgação, aquisição de camisas, squeezes (material que reduziu em aproximadamente 2000 o consumo de copos descartáveis) e estandes (que proporcionaram uma maior organização espacial e qualidade nas apresentações).

  • VIII WORKSHOP EM EQUAÇÕES DIFERENCIAS PARCIAIS E VÁRIAS VARIÁVEIS COMPLEXAS

    Coordenador: Gerson Petronilho
    Currículo
    Área:Equações Diferenciais Parciais

    Período de 18/08/2015 a 17/08/2016

    De 03/agosto/2015 a 07/agosto/2015 foi realizado no Rádio Hotel em Serra Negra o VIII Workshop em Equações Diferenciais Parciais e Várias Variáveis Complexas. Foram apresentados 43 (quarenta e três) trabalhos científicos por professores/pesquisadores do exterior e do Brasil. Como parte integrante da programação houve dois mini-cursos, ministrados respectivamente por dois especialistas de destaque internacional, os Professores Abdelhamid Meziani - Florida International University, Florida, USA e Mei-Chi Shaw - Notre Dame University, USA. O nível científico do evento foi excelente e o cronograma permitiu que os participantes se envolvessem ativamente em discussões de pesquisa privadas. Deve-se ressaltar que a National Science Foundation (NSF) concedeu US$39.000,00 para que fosse possível cobrir as despesas de passagens de pesquisadores e estudantes de pós-graduação provenientes dos Estados Unidos. Com isto os participantes do exterior tiveram suas despesas de passagem cobertas por recursos externos. Além da presença da maioria dos alunos de doutorado no Brasil que trabalham na área específica do encontro, tivemos também a presença de um bom número de pesquisadores brasileiros de instituições dos estados de São Paulo, Pernambuco, Paraná e de alguns visitantes do exterior provenientes da Itália, Austria e França e vários dos Estados Unidos. A presença foi praticamente total em todas as palestras. A importância do evento para os estudantes brasileiros foi inestimável, dada a oportunidade que eles tiveram, não só de tomar contato com as pesquisas recentes desenvolvidas nos diversos temas de interessedo grupo, bem como de aferir a repercussão dos trabalhos produzidos pelos pesquisadores brasileiros. Participaram do evento sessenta e oito professores/pesquisadores, pós-doutorandos e alunos de doutorado.

    sistemas sobredeterminados regularidade formas normais hipoeliticidade variedade CR equações lineares e não lineares.
  • INCUBADORA TECSOL - UNB

    Coordenador: Ricardo Toledo Neder
    Currículo
    Área:Outras Sociologias Específicas

    Período de 12/12/2013 a 31/12/2016

    CRIADA NA UNB INCUBADORA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E TECNOLOGIA SOCIAL PARA COOPERATIVAS POPULARESO projeto contribuiu significativamente para a criação na UnB de uma Incubadora da rede ITCP ligada às universidade públicas para associar projetos, ações e intervenções de pesquisa & ensino a empreendimentos econômicos solidários no DF enquanto política publica no País. Seus trabalhos iniciais (2014/15) tem sido focalizados em assentamentos da reforma agrária, com a criação de uma cooperativa de produtores e moradores Coopercarajás, no Assentamento Cunha sa DF-Goiás, eixo Jardim Botânico-Cd.Ocidental). A proposta econômica e financeira foi desenvolvida ao longo de 2014/15, com os parceiros estratégicos ? jovens da comunidade, coletivo de quatro famílias produtoras agroecológicas, Fiocruz DF, e Fundo Social BNDES, além de uma participação da Embrapa Hortaliças. Este subprojeto para apoio a produção e formação de clube de consumidores, com juventude e mulheres intitulado ?Coopercarajás produção agroecológica, visa a habilita-los a trabalhar com comércio eletrônico e economia solidária no Assentamento Cunha, e na rede de consumidores pro-ativa de classe média no Plano Piloto, com quem parte dos produtores tem acesso regular (pela Associação Age ? Agroecologia de Brasília ? também aqui objeto de interação). A proposta foi aprovada pelo quadro gestor do Fundo Social do BNDES (montade em torno de 440 mil) em agosto e 2015. Os recursos serão administrados globalmente pela Fundação Fiocruz (FIOTEC) que repassará às pessoas jurídicas para criar a infra-estrutura e capacitação sociotécnica de grupo beneficiário, associada a uma plataforma de comercialização na internet, para produtores e consumidores agroecológicos. Ver em anexo o teor completo do projeto de viabilidade proposto, submetido ao BNDES/Fundo Social, e aprovado para 2016/2017. O Fundo Social do BNDES apoia empreendimentos econômicos solidários no Brasil. Apoio, aliás, com grau muito alto de exigencias.(set 2015).

    REDES COLABORATIVAS REDES SOCIAIS TECNOLOGIA SOCIAL ECONOMIA SOLIDÁRIA CTS REDES TECNICAS
  • Povos Indígenas, Estados Nacionais e Indigenismo em perspectiva comparada

    Coordenador: Cristhian Teófilo da Silva
    Currículo
    Área:Etnologia Indígena

    Período de 14/12/2011 a 13/12/2013

    Na América Latina tem início nos anos 1980 a denominada virada multicultural nas políticas indigenistas dos Estados nacionais. Contribuiu para isso o contexto que gerou e deu à luz a Convenções e Declarações internacionais sobre os direitos dos Povos Indígenas em todo o mundo. Em virtude dessa nova conjuntura de direitos e políticas diferenciadas, específicas e interculturais para as populações indígenas, nota-se, nas últimas décadas, um volume crescente de trabalhos acerca das relações entre povos indígenas e Estados nacionais. O que estes estudos tem observado é que a despeito dos acordos, leis e políticas para proteger os povos indígenas, persistem os conflitos e preconceitos raciais contra os povos indígenas o que nos estimula a pensar em novas teorias que expliquem estas práticas violentas em pleno século XXI. Para isto, este projeto de pesquisa se vale de estudos comparados sobre as relações entre povos indígenas e estados nacionais na América do Sul e do Norte.

    políticas indigenistas movimentos indígenas indigenismo direitos indígenas
  • Manejo da nutrição nitrogenada em seringueira nas fases de mudas, plantio e produção cultivada no estado de São Paulo

    Coordenador: Renato de Mello Prado
    Currículo
    Área:Manejo e Tratos Culturais

    Período de 24/11/2010 a 23/11/2012

    A adubação nitrogenada na seringueira não promove a acidificação do solo. A dose de nitrogênio ótima para o desenvolvimento da seringueira é de 60 kg de N/ha ou 300 kg de sulfato de amônio/ha ou 130 kg de uréia/ha.

    manejo da adubação tratos culturais Cultura perene
  • MANEJO E SUSTENTABILIDADE DA PRODUÇAO DE GRÃOS NO NORDESTE PARAENSE

    Coordenador: Paulo Jorge de Oliveira Ponte de Souza
    Currículo
    Área:Agrometeorologia

    Período de 06/11/2012 a 05/11/2015

    Apesar de não apresentar uma produção significativa, o feijão Caupi, é uma importante fonte de proteínas para a população da região Norte do Brasil, principalmente para as de baixa renda devido o seu elevado valor nutritivo. Dentre os fatores inerentes a produção agrícola, o clima apresenta-se como um dos únicos praticamente incontroláveis. O projeto teve como objetivo geral avaliar a resposta do feijão caupi a diferentes condições de disponibilidade de água e distintas condições meteorológicas visando à adoção de técnicas de manejo adequadas para o aumento da produção agrícola da região. O consumo hídrico do feijão caupi foi em média 263 mm para os três anos do experimento (2013 a 2015), a evapotranspiração média diária nos três anos durante o ciclo da cultura foi 3,7 mm. Quando submetido a restrição de água durante a fase reprodutiva, o feijão caupi apresenta importantes reduções em diversos processos e parâmetros agronômicos, a saber: De um modo geral, em todos os estádios fenológicos do feijão-Caupi a condutância estomática mostrou-se maior nos tratamentos que receberam maiores quantidades de água; A cultivar estudada é sensível à falta d´água a julgar pelos baixos valores de condutância estomática e baixa produtividade encontradas, as quais foram reflexos de um déficit hídrico imposto na fase reprodutiva; Os valores máximos de biomassa total da parte aérea foram 529,7 g/m-²; 449,02 g/m-²; 410,8 g/m-² e 384,8 g/m-² obtidos nos tratamentos 1 (100% de oferta de água), 2 (50%), 3(25%) e 4(Não irrigado); O rendimento final médio em função da oferta de água foi 1134 kg.ha-1, 1066 kg.ha-1, 850 kg.ha-1 e 670 kg.ha-1, respectivamente. Todas as variáveis estudadas apresentaram diferença estatística apenas a partir de oferta hídrica menor que 50%, indicando que o produtor pode trabalhar com uma oferta hídrica de até metade da demanda da cultura que obterá (estatisticamente) resposta semelhante.

    feijao caupi manejo de irrigação evapotranspiração Modelagem agrometeorologica
  • Mostrando 1 - 10 de 25079 resultado(s).
  • Página: 
  • Primeiro 
  • Anterior 
  • Próximo 
  • Último